Destaque homepage Enem ENEM

Enem 2024: confira 40 dúvidas sobre o exame

Como confirmar a minha inscrição? O que significam as cores das provas? Calma! Reunimos os questionamentos mais frequentes sobre o exame e respondemos tudo aqui para você!

Acessibilidade

À medida que as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2024 se aproximam, a ansiedade aumenta para quem está na jornada em busca de uma vaga na universidade. Os dias dessa etapa decisiva estão marcados para 3 e 10 de novembro, dois domingos consecutivos!

Agora, além de organizar as revisões, essa também é a hora de eliminar todas as dúvidas sobre como funciona o Enem, desde a estrutura das provas até a dinâmica nos dias de aplicação.

Então, para ajudar nessa missão, a equipe do Aprova Total elaborou um guia com respostas às dúvidas mais comuns sobre o Enem para auxiliar você, estudante. Vamos lá!

NAVEGUE PELOS CONTEÚDOS

Respostas das dúvidas frequentes sobre o Enem 2024

A seguir, preparamos respostas para as 40 principais dúvidas sobre o Enem 2024. Confira!

1. Qual é o site oficial de inscrição do Enem 2024?

O site oficial para realizar a inscrição do Enem é a Página do Participante através do Portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Lá, você encontrará todas as informações necessárias sobre o exame, incluindo prazos de inscrição, regulamentos, além do acesso para acompanhar seus dados de inscrição e conferir o local de prova.

Esqueci minha senha, como recuperar o acesso gov.br?

Para recuperar o acesso à conta gov.br, siga os passos abaixo:

  1. Acesse o Portal gov.br: Vá até a página de login do gov.br (www.gov.br/pt-br);
  2. Informe seu CPF: digite seu CPF no campo correspondente e clique em "Avançar";
  3. Clique em "Esqueci minha senha": na página, clique na opção "Esqueci minha senha";
  4. Escolha o método de recuperação:
    • E-mail: receberá um link para redefinir sua senha no e-mail cadastrado;
    • SMS: receberá um código de verificação via SMS no número de celular cadastrado;
    • Aplicativo gov.br: se você tiver o aplicativo gov.br instalado e configurado, pode usar a opção de recuperação por ele;
    • Internet Banking: em alguns casos, é possível utilizar o serviço de recuperação via internet banking de bancos parceiros;
  5. Siga as instruções: após escolher o método de recuperação, siga as instruções enviadas;
  6. Crie uma nova senha: após confirmar sua identidade, você poderá criar uma nova senha.

🆙 Para mais informações confira o passo a passo detalhado na Página de Suporte.

2. Existe algum aplicativo oficial do Enem 2024?

Sim, existe um aplicativo oficial do Enem, já disponível para Google Play e App Store.

O app facilita o acompanhamento de todas as etapas do exame, desde a inscrição até a divulgação dos resultados. Com ele, você pode acessar informações importantes, como o local de prova, e receber notificações sobre prazos e atualizações.

Para fazer o download do aplicativo, acesse o site de Serviços e Informações do Brasil.

3. Quem pode se inscrever no Enem 2024?

Qualquer pessoa pode se inscrever no Enem, mas para utilizar os resultados para ingresso em instituições de ensino superior, o candidato precisa estar matriculado no terceiro ano do Ensino Médio ou já ter concluído essa etapa.

4. Tem idade mínima para poder fazer o Enem?

Sim, para realizar o Enem, o candidato deve ter pelo menos 13 anos completos até a data da prova.

5. Como são feitas as inscrições para o Enem 2024?

Para se inscrever no Enem 2024, os candidatos devem preencher um formulário exclusivamente pela internet, acessando a Página do Participante.

Um detalhe importante a ressaltar é que a confirmação da participação no Enem só ocorre após o pagamento da taxa de inscrição — o comprovante fica disponível online, também no endereço do Inep.

🔎 Veja mais orientações no guia de como se inscrever no Enem.

6. Até quando posso alterar os dados da inscrição no Enem 2024?

Os participantes do Enem podem alterar os dados da inscrição até o término das inscrições.

Durante esse período, os candidatos podem acessar a Página do Participante para corrigir ou atualizar informações como dados pessoais, município de prova e questionário socioeconômico.

7. Qual é o valor da taxa de inscrição do Enem 2024?

O valor da inscrição para o Enem 2024 é de R$ 85, e o prazo para pagamento é até o dia 19 de junho.

Você pode pagar a taxa de inscrição via boleto bancário (gerado na Página do Participante), Pix (acessando o QR code que consta no boleto), cartão de crédito, débito em conta corrente ou poupança (dependendo do banco).

8. Como solicitar a isenção da taxa de inscrição do Enem 2024?

A solicitação de isenção da taxa ocorre antes da abertura das inscrições. Para solicitar, acesse a Página do Participante e preencha o formulário de isenção com as informações necessárias, como dados pessoais e outros requisitos.

Envie a documentação comprobatória conforme o edital, acompanhe a resposta na Página do Participante e, caso aprovado, realize a inscrição no Enem.

9. Como confirmar a minha inscrição no Enem 2024?

A confirmação da inscrição se dá pela consulta ao cartão de confirmação, disponibilizado pelo Inep.

Nele constam informações como data e horário, local de prova, sala, idioma escolhido para a prova de Língua Estrangeira, além das informações do candidato, como nome e CPF.

Para ver se está tudo certo com a sua inscrição, basta acessar a Página do Participante no site do Inep, fazer login e, em seguida, acessar a opção “Cartão de Confirmação”. Mas, atenção: ele costuma estar disponível nas semanas anteriores a prova.

10. O que acontece se faltar em algum dia de prova do Enem 2024?

Caso um candidato falte a algum dia de prova do Enem, ele pode ser elegível para a reaplicação das provas, que está programada para acontecer nos dias 10 e 11 de dezembro.

O candidato deve justificar sua ausência seguindo os critérios aceitos pelo Inep para ser considerado para a reaplicação, conforme o edital vigente.

Mas, caso não solicite a reaplicação ou não seja aprovado, o Inep invalidará sua participação naquele ano, pois a ausência em uma das provas resulta em classificação incompleta.

Além disso, ele não poderá utilizar o resultado daquela edição para processos seletivos.

11. Se eu faltar, posso fazer o Enem novamente?

Sim, você pode fazer o Enem novamente na mesma edição, mas os critérios vão depender da sua aprovação ou não, na solicitação de reaplicação das provas.

Além disso, o candidato deve solicitar a justificativa de ausência caso não peça a reaplicação ou tenha seu pedido negado. Mas, tudo depende de se a taxa de inscrição foi isenta ou não. Participantes que pagaram a taxa podem simplesmente se inscrever novamente no próximo ano.

Porém, se você foi isento da taxa de inscrição e faltou, será necessário justificar a ausência ao Inep na nova inscrição do exame do ano seguinte. O MEC então determinará se você terá direito à isenção novamente.

12. Como funciona a justificativa de ausência no Enem?

A justificativa de ausência no Enem é necessária para os candidatos que obtiveram a isenção da taxa de inscrição e não compareceram no dia da prova. Para solicitar a isenção novamente no próximo exame, é preciso justificar a ausência ao Inep. Veja como funciona:

  • Prazo de justificativa: a justificativa deve ser feita no período de inscrição do próximo Enem, através da Página do Participante no site do Inep;
  • Documentação necessária: você deve anexar documentos comprobatórios que justifiquem a sua ausência. Esses documentos podem incluir atestados médicos, boletins de ocorrência, documentos judiciais, entre outros que comprovem o motivo da falta.

O Inep avaliará os documentos que você enviar e decidirá se a justificativa é válida. Se aprovada, você poderá obter a isenção novamente para a próxima edição do Enem. Caso o Inep não aceite ou você envie, será necessário pagar a taxa de inscrição integral no próximo Enem para poder participar.

13. Quais são os atendimentos especializados que podem ser solicitados no Enem?

Durante a inscrição, o candidato deve declarar sua condição especial e especificar os recursos de que precisa para realizar a prova com tranquilidade. Lembrando que, caso faça a solicitação, ele deve obrigatoriamente apresentar os respectivos documentos comprobatórios.

Nesses casos, os recursos disponíveis incluem:

  • tradutor/intérprete de Libras (a Língua Brasileira de Sinais);
  • prova em braile;
  • prova em vídeo com a tradução em Libras;
  • prova com letra ampliada ou superampliada;
  • transcritor;
  • ledor;
  • leitura labial;
  • guia-intérprete;
  • tempo adicional;
  • sala com acesso e mobiliário acessível.

14. Como responder o questionário socioeconômico do Enem?

Durante a inscrição no site do Inep, você preencherá o questionário socioeconômico, que inclui perguntas sobre:

  • Renda familiar: informe a renda mensal total da sua família;
  • Composição familiar: número de pessoas que residem na sua casa;
  • Escolaridade dos pais: nível de escolaridade dos seus pais ou responsáveis;
  • Situação de trabalho: informe se você e seus familiares estão empregados;
  • Acesso a recursos: detalhe o acesso a recursos como internet, computador, livros, entre outros.

Com isso em mente, preencha todos os dados solicitados, revise suas respostas e finalize a inscrição para assegurar a conclusão de todas as etapas.

15. Quando as provas do Enem 2024 serão aplicadas?

As provas do Enem 2024 estão programadas para serem aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro.

16. Qual é o calendário do Enem 2024?

O calendário completo desta edição inclui as seguintes datas:

  • Período de solicitação de isenção de pagamento da taxa de inscrição: 15 a 26 de abril
  • Período de inscrições: 27 de maio a 14 de junho
  • Pagamento da taxa de inscrição: até 19 de junho
  • Período de solicitação de atendimento especializado: 17 a 21 de junho
  • Divulgação do Cartão de Confirmação de Inscrição: algumas semanas antes da data da prova
  • Provas: 3 e 10 de novembro
  • Divulgação do gabarito: 20 de novembro
  • Reaplicação das provas: 10 e 11 de dezembro
  • Resultado do Enem 2024: 13 de janeiro de 2025
  • Divulgação do resultado dos treineiros do Enem 2024 (previsão): 13 de março de 2025

17. Como saber o local de prova do Enem?

Para verificar o local de prova do Enem, é necessário acessar a Página do Participante no site oficial do Enem, utilizando o CPF e a senha cadastrada. O Cartão de Confirmação de Inscrição divulga o local de prova e geralmente fica disponível algumas semanas antes da data do exame.

banner teste vocacional

18. O que pode levar no dia de prova do Enem?

No dia da prova do Enem, é essencial saber exatamente o que levar para evitar problemas. Aqui estão os itens permitidos:

  • Documento de Identificação: Documento original com foto, como RG, CNH, passaporte, entre outros;
  • Caneta: caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente. A utilização de caneta de outra cor pode inviabilizar a leitura óptica das respostas e impossibilitar a correção;
  • Cartão de Confirmação de Inscrição: embora não seja obrigatório, é recomendado levá-lo para facilitar a localização da sala de prova;
  • Alimentos e Bebidas: é permitido levar lanches (com embalagens lacradas) e água (em garrafa transparente e sem rótulo) para consumir durante a prova.

19. O que não pode levar no dia de prova do Enem?

Para garantir a segurança e a integridade do exame, alguns itens são proibidos no dia da prova do Enem:

  • Aparelhos eletrônicos: calculadoras, tablets, smartwatches, fones de ouvido, entre outros;
  • Materiais de estudo: livros, anotações, ou qualquer material impresso;
  • Materiais não permitidos: lápis, lapiseira, borracha, corretivo, régua, compasso, entre outros;
  • Óculos escuros, bonés e/ou chapéus: itens que possam esconder a identidade do candidato ou conter dispositivos eletrônicos;
  • Rótulos e embalagens: garrafas de água com rótulos e não transparentes, ou alimentos com embalagens abertas;
  • Armas e objetos cortantes: qualquer tipo de arma ou objeto que possa ser considerado perigoso.

Lembre-se de guardar seus objetos pessoais, como relógios analógicos e chaves, no envelope porta-objetos ou dentro de bolsas e mochilas, colocando-os embaixo da cadeira e visíveis aos fiscais.

Não existem restrições específicas quanto às roupas, mas candidatos usando vestimentas religiosas devem se submeter à revista do aplicador de provas antes de entrar na sala de aplicação.

Posso levar o celular no Enem para avisar meus responsáveis após a prova?

Sim, é permitido levar o celular, mas ele deve estar desligado e guardado dentro de um envelope porta-objetos que será fornecido pelo fiscal da sala.

Você deve lacrar o envelope e colocá-lo embaixo da cadeira durante toda a prova. O uso de celulares é estritamente proibido durante o exame e pode levar à eliminação do candidato.

20. Quais são as condições de eliminação no Enem?

Existem várias condições que podem levar à eliminação do participante no Enem. Algumas delas são:

  • Ausência em uma ou mais provas: faltar em algum dia de prova;
  • Portar equipamentos eletrônicos: ser flagrado portando equipamentos eletrônicos, como celulares, tablets, smartwatches, entre outros, durante a realização da prova;
  • Utilizar materiais não permitidos: usar materiais não permitidos durante a realização da prova, como lápis, lapiseira, borracha, corretivo, entre outros;
  • Utilizar qualquer meio para obter vantagem: tentativas de uso de qualquer meio para obter vantagem durante a realização da prova, como comunicar-se com outros candidatos, utilizar anotações ou materiais não permitidos;
  • Descumprir as regras de segurança e conduta: descumprir as regras durante as provas, como deixar a sala de prova antes do tempo mínimo estabelecido (2 horas de aplicação).

⚠️ Para mais informações detalhadas sobre as condições de eliminação, consulte o edital do Enem 2024.

21. Que horas abrem e fecham os portões nos dias de prova do Enem 2024?

Nos dias das provas, os portões dos locais de prova abrem às 12h e fecham às 13h (horário de Brasília-DF). Então, lembre-se de chegar com antecedência, pois após o fechamento dos portões, não será permitida a entrada de candidatos.

22. Qual é a duração das provas do Enem 2024?

No primeiro dia do Enem, os participantes têm cinco horas e meia, começando às 13h30 e terminando às 19h.

No segundo dia, o exame dura cinco horas, encerrando às 18h30, sem tempo adicional — exceto para candidatos com necessidades especiais que tenham solicitado esse recurso previamente.

23. Quais são as disciplinas de cada dia de prova no Enem 2024?

No Enem, as questões são distribuídas da seguinte forma entre os dias de aplicação:

Primeiro dia do exame (3 de novembro):

  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias: inclui Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação;
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias: História, Geografia, Filosofia e Sociologia;
  • Redação.

Segundo dia do exame (10 de novembro):

  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias: Química, Física e Biologia
  • Matemática e suas Tecnologias.

24. Como são estruturadas as questões das provas objetivas do Enem?

As provas objetivas do Enem são compostas por questões de múltipla escolha com cinco alternativas cada, das quais apenas uma é correta.

Os enunciados são frequentemente contextualizados, tornando-os longos e complexos. Essa abordagem exige dos candidatos uma capacidade aprimorada de compreensão e raciocínio lógico para solucionar as questões de maneira eficaz.

25. Quantas questões tem em cada prova do Enem?

As provas do Enem somam um total de 180 questões objetivas e uma redação.

Cada área de conhecimento nas provas tem 45 questões, sendo 90 questões objetivas em cada dia.

26. Qual é o formato da redação cobrada no Enem?

A proposta de redação do Enem exige a produção de um texto dissertativo-argumentativo, escrito na modalidade formal da Língua Portuguesa, com extensão entre 8 e 30 linhas. O tema é apresentado juntamente com textos de apoio que ajudam a contextualizar a proposta.

O candidato deve defender uma tese, expressando uma opinião sobre o tema proposto, sustentada por argumentos sólidos e bem estruturados, garantindo coesão e coerência. Além disso, é necessário elaborar uma proposta de intervenção social, visando solucionar o problema abordado no texto.

👉 Leia também:

Alunas do Aprova Total dão dicas para tirar 900+ na redação do Enem

10 erros para não cometer na redação do Enem

27. O que vai cair no Enem 2024?

Essa pergunta não tem uma resposta fechada, já que cada edição do Enem é inédita, com questões elaboradas a partir do Banco Nacional de Itens do Inep.

No entanto, com base na análise das edições passadas, é possível identificar os assuntos mais recorrentes no Enem. A equipe do Aprova Total tem se dedicado a analisar as provas de cada componente nos últimos anos para identificar e mapear os temas que aparecem com maior frequência.

Confira todos os levantamentos exclusivos do Aprova Total, indicando o melhor caminho para os estudos sobre:

No blog do Aprova Total, você encontra diversos conteúdos que podem ajudar na sua preparação para a redação. Publicamos dicas sobre possíveis temas, estratégias de argumentação e maneiras de adquirir mais repertório, tudo para mandar bem redação do Enem!

Além disso, mostramos como são nossas aulas de redação e quais recursos da plataforma podem ajudar você a alcançar a tão sonhada nota mil.

banner

28. Qual é a diferença entre as cores das provas?

Os cadernos de prova podem ter quatro cores de capa: azul, branco, rosa e amarelo.

Não há qualquer diferença no conteúdo de cada caderno, já que as questões são as mesmas. A única mudança é que cada caderno apresenta uma disposição diferente para essas questões, ou seja, elas não estarão na mesma sequência, para não haver fraudes ou tentativas de cola.

Na hora da prova, você vai perceber que o gabarito do exame pede que o candidato indique a cor do caderno. Tome muito cuidado na hora de preencher esse campo. Se você indicar a cor errada, o sistema vai contabilizar os acertos considerando a ordenação do caderno que foi indicado.

29. O que acontece se errar a cor do caderno de provas?

Se um candidato preencher incorretamente a cor do caderno de provas no Cartão-Resposta, isso pode comprometer a correção, pois o sistema vai considerar o gabarito conforme a cor indicada, o que pode levar à anulação de todas as respostas do candidato.

30. Como é feita a correção da prova objetiva do Enem?

A correção das provas objetivas do Enem é realizada por meio da tecnologia de reconhecimento óptico do Cartão-Resposta. Apenas as respostas marcadas corretamente no cartão, sem emendas ou rasuras, são corrigidas.

31. Como é feita a correção da redação do Enem?

Dois professores de Língua Portuguesa corrigem cada prova de redação de forma independente, sem saber a nota atribuída pelo outro. Para corrigir, eles levam em consideração cinco competências:

  • Competência 1: demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa.
  • Competência 2: compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa.
  • Competência 3: selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
  • Competência 4: demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
  • Competência 5: elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Cada competência vale de 0 a 200 pontos. As notas dadas por cada corretor são, então, somadas e divididas por dois para chegar à nota final.

Caso haja uma diferença de mais de 100 pontos entre a nota final dada por cada avaliador, ou uma diferença de mais de 80 pontos na avaliação de uma competência específica, a prova passa por uma terceira correção.

Com essa terceira correção, as duas notas mais próximas dentre as três são consideradas para a média final.

Em que casos pode ser dado zero na redação do Enem?

Segundo a Cartilha do Participante, a redação pode levar nota zero nos seguintes casos se:

  • fugir totalmente ao tema proposto;
  • não respeitar o gênero dissertativo-argumentativo;
  • tiver até 7 linhas escritas ou até 10 linhas em Braille;
  • tiver cópia de textos da coletânea da proposta ou do caderno de questões, sem pelo menos 8 linhas autorais do estudante;
  • tiver xingamentos, ofensas, desenhos e outras formas consideradas propositais de anulação, em qualquer parte da folha;
  • tiver números ou sinais sem função clara em qualquer parte do texto, ou da folha de redação;
  • contiver parte propositalmente desconectada do tema da redação;
  • contiver assinatura, nome, iniciais, apelido, codinome ou rubrica fora do local de assinatura do participante;
  • estiver escrito parcial ou predominantemente em língua estrangeira;
  • a folha de redação estiver em branco;
  • o texto estiver ilegível, de modo que os dois professores não consigam corrigir.

32. Vale a pena chutar uma questão que eu não sei?

Depende. A correção das provas objetivas do Enem é feita pela Teoria de Resposta ao Item, a famosa TRI.

Esse sistema é baseado na divisão das questões entre fáceis, médias e difíceis, e considera que é incoerente um estudante acertar uma questão difícil e errar uma fácil, por exemplo. Com isso, o candidato que mostrar esse tipo de incoerência nas respostas pode ter sua nota reduzida.

Então, dá para concluir que, embora o estudante não seja necessariamente penalizado ao chutar, ele corre o risco de prejudicar sua nota se chutar a resposta de uma questão fácil e errar.

Para tentar reduzir essa chance, uma saída é focar primeiro em resolver as questões mais fáceis e médias e, caso não dê tempo de fazer toda a prova, deixar para chutar só as mais difíceis.

33. Quais são as notas mínimas e máximas nas provas objetivas do Enem?

O Enem utiliza a TRI para calcular as notas, o que significa que não é possível definir previamente quais são as notas mínimas e máximas nas provas objetivas.

A correção das notas utiliza uma escala de 1.000 pontos, porém as notas mínimas e máximas variam anualmente, levando em conta o nível geral de dificuldade da prova e o desempenho dos estudantes.

O estudante que zerou alguma prova não obterá nota 0, e o estudante que acertou tudo não necessariamente obterá nota 1.000. É possível tirar menos ou até mais, como foi o caso do Enem 2015, em que 13 candidatos obtiveram a nota 1.008,3 na prova de Matemática ao gabaritá-la.

34. Depois de quanto tempo posso deixar a sala de aplicação do Enem?

Em ambos os dias de aplicação, o candidato pode deixar a sala de aplicação para ir embora após duas horas de prova, ou seja, a partir das 15h30.

35. Posso levar o caderno de provas do Enem todos os dias depois da aplicação?

Para levar o caderno de prova para casa, você deve ficar na sala pelo menos até os últimos 30 minutos. Se sair antes, terá que deixá-lo com o fiscal.

36. Quando vai sair o gabarito oficial e resultado do Enem 2024?

O site do Inep irá disponibilizar o gabarito das provas objetivas no dia 20 de novembro de 2024. Enquanto o resultado do Enem será divulgado em 13 de janeiro de 2025.

37. As notas do candidatos no Enem são divulgadas publicamente?

Pode ficar tranquilo, apenas o candidato tem acesso à sua própria nota.

Ela só é usada para premiações ou publicidade se o participante autorizar explicitamente a divulgação dos resultados. Lembre-se que, nestes casos, a responsabilidade pela divulgação não é do Inep.

38. Existe algum comprovante relacionado à nota do Enem?

O Boletim Individual do Resultado, disponível no Portal do Participante ou no aplicativo do Enem, serve como comprovante das notas obtidas no exame. Mas, é importante ressaltar que o Inep não emite certificados, atestados ou certidões relacionados ao desempenho nas provas.

A pontuação do Enem é apenas utilizada para admissão no Ensino Superior e para obtenção de bolsas em instituições particulares.

39. A nota do Enem 2024 dá acesso a quê?

O Enem já é o maior vestibular do país e o segundo maior do mundo, ficando atrás apenas do Gao Kao, da China! A nota do Enem serve, principalmente, para duas principais formas de ingresso no Ensino Superior:

SiSU

O Sistema de Seleção Unificada (SiSU) utiliza o Enem como prova substituta do vestibular em centenas de universidades públicas no país. O estudante cadastra a nota obtida no Enem e pode concorrer a milhares de vagas por todo o país.

Além disso, outras universidades, como a USP e a Unicamp, utilizam a nota do Enem como uma das formas de seleção e ingresso.

ProUni e Fies

A nota do Enem também pode ser utilizada para ingressar em universidades particulares.

O funcionamento do Programa Universidade para Todos (ProUni) é parecido com o do SiSU: duas vezes ao ano, o sistema é aberto para que candidatos concorram a milhares de vagas em universidades particulares pelo país, com a diferença de que, no ProUni, os candidatos concorrem a bolsas parciais ou integrais de estudo nessas instituições.

Já o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) utiliza a nota do Enem como etapa obrigatória para a obtenção de financiamento estudantil a juros baixos e com condições facilitadas de pagamento.

📖 Saiba mais lendo nosso texto: Sisu, ProUni, Fies: como usar a nota do Enem?

40. Como ser fiscal do Enem 2024?

Para ser fiscal do Enem, é necessário se inscrever em processos seletivos organizados pelo Inep ou por instituições parceiras responsáveis pela aplicação do exame. Geralmente, os critérios incluem:

  • ter Ensino Médio completo;
  • ter experiência de, no mínimo, 2 a 3 exames de mesmo porte;
  • ser um servidor público federal, professor do estado ou município;
  • não estar envolvido com nenhum dos procedimentos relacionados a elaboração do exame;
  • não ter nenhum parente de até terceiro grau inscrito no exame, tampouco cônjuge inscrito.

Tem outras dúvidas? Confira o guia completo do Aprova Total sobre o Enem!

Se você tem mais dúvidas sobre o Enem, confira o guia completo do Aprova Total. Lá, você encontrará todas as informações que precisa para se preparar para o exame, desde dicas de estudo até detalhes sobre o processo de inscrição e o dia da prova. Venha se preparar para o Enem com os melhores!

Outras questões relativas à aplicação do Enem podem ser resolvidas pela Central de Atendimento do Inep, basta ligar para 0800-616161.

👉 Leia também:

9 dicas para lidar com a ansiedade pré-Enem

Reta final para o Enem: o que priorizar nos estudos?

Como estudar para o Enem? Dicas práticas para uma organização eficaz

💪 Quer uma força para continuar estudando para o Enem e os vestibulares? Então, conheça a plataforma Aprova Total, e aproveite uma estrutura completa para a sua aprovaçãocom as melhores videoaulas e professores!

Banner

TEMAS:

avatar
Gabriel Brito de Souza

Colaborador no Aprova Total e jornalista em formação pela Unesp-Bauru, Gabriel traz um olhar mais próximo de quem está vivenciando a primeira graduação. Com sua linguagem típica da geração Z, aproveita suas vivências como estudante para mostrar a importância da preparação para o Enem e vestibulares.

Ver mais artigos de Gabriel Brito de Souza >

Colaborador no Aprova Total e jornalista em formação pela Unesp-Bauru, Gabriel traz um olhar mais próximo de quem está vivenciando a primeira graduação. Com sua linguagem típica da geração Z, aproveita suas vivências como estudante para mostrar a importância da preparação para o Enem e vestibulares.

Ver mais artigos de Gabriel Brito de Souza >

Compartilhe essa publicação:

Veja Também

Assine a newsletter do Aprova Total

Você receberá apenas nossos conteúdos. Não enviaremos spam nem comercializaremos os seus dados.