Vestibulares

Saiba como funciona o vestibular da UFRGS

Neste guia prático, você confere as informações mais relevantes sobre o processo seletivo da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Conheça o formato das provas, conteúdos mais pedidos, obras obrigatórias, concorrência, calendário e mais

Acessibilidade

O vestibular da UFRGS, para ingresso na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, é um dos mais concorridos do país. A UFRGS destaque-se entre as universidades líderes na produção científica, entre as instituições federais, e umas das que mais realiza publicações acadêmicas no país.

Segundo o Center for World University Rankings de 2023, estamos falando da 5ª melhor universidade brasileira e da 2º universidade federal do país mais bem posicionada. Entre as melhores instituições de ensino superior da América Latina, a UFRGS ocupa o 9º lugar na lista.

No resultado anual do QS World University Ranking by Subjects, que auxilia os estudantes a identificar as universidades de maior destaque em determinadas áreas, a UFRGS manteve 21 cursos ranqueados. A melhor pontuação da universidade ficou na grande área de Ciências da Saúde e Medicina, sendo que o curso de Odontologia da UFRGS classificando-se na faixa entre o 48º e o 50º lugar entre as 80 instituições listadas mundialmente.

Para que você possa se preparar, neste guia prático apresentamos as informações mais relevantes sobre o vestibular da UFRGS. Acompanhe, a seguir:

Como são as provas do vestibular da UFRGS?

O vestibular da UFRGS acontece em fase única e avalia os conhecimentos do candidato nas disciplinas do núcleo curricular comum do Ensino Médio. Como descrito no edital são nove provas objetivas e uma prova de redação em Língua Portuguesa.

No processo seletivo de 2021, devido à pandemia, a universidade adotou a nota do Enem e de vestibulares anteriores como forma de ingresso, em vez de realizar o exame tradicionalmente em quatro dias consecutivos. Desde a edição de 2022, o processo seletivo retornou ao formato presencial, mas com a duração de dois dias. Ele acontece nas cidades de Porto Alegre, Canoas, Gravataí, Novo Hamburgo, Bento Gonçalves, Imbé e Tramandaí:

Dia de provaDisciplinas das provas (15 questões de cada disciplina)Duração das provas
1º Dia60 questões: História, Língua Portuguesa, Literatura em Língua Portuguesa e Matemática + Redação (prova discursiva)5 horas e 30 minutos
2º Dia75 questões: Biologia, Física, Geografia, Língua Estrangeira Moderna e Química5 horas e 30 minutos

Prova de língua estrangeira moderna

No momento da inscrição no vestibular da UFRGS, o candidato deverá optar por fazer uma das cinco provas de Língua Estrangeira Moderna: Alemão, Espanhol, Francês, Inglês ou Italiano, independentemente do curso a que estiver se candidatando.

A UFRGS também garante um horário específico para aplicação da prova em Porto Alegre aos candidatos sabatistas, que restringem suas atividades aos sábados por convicção religiosa. Essas pessoas deverão informar essa condição no formulário de inscrição.

Para verificar o que pode cair de cada disciplina, acesse o Manual do candidato do vestibular da UFRGS. Outro documento importante para quem irá realizar o vestibular é o edital. Nele estão diversas regras e orientações que os candidatos devem ter conhecimento.

👉 Leia também: Inscrições para o vestibular UFRGS 2024 estão abertas

Prova de habilitação específica

Além dos exames definidos para todos os cursos, a UFRGS exige que os candidatos ao curso de Música (bacharelado e licenciatura) realizem a prova de habilitação específica, que é obrigatória e antecede os dias das provas gerais.

Conteúdo da avaliação no formato REMOTO
Envio de vídeos que comprovem a gravação do programa da prova específica, além de arquivo .pdf com partituras (apenas para candidatos às habilitações de composição ou regência)

Consulte o Programa para a Prova Específica para conferir a modalidade de curso e a habilitação/instrumento de sua escolha, entre os anexos disponíveis no site da UFRGS.

Qual o valor da taxa de inscrição na UFRGS?

O valor da inscrição é de R$ 180. Fique atento ao pagamento, pois a UFRGS não homologará a inscrição provisória caso o pagamento tenha sido agendado mas não efetivado até a data limite.

Candidatos que obtiveram isenção do pagamento devem realizar a inscrição e informar o número do CPF para que o sistema de inscrição busque automaticamente as informações. É importante conferir o resultado preliminar da isenção para verificar se foi contemplado com a isenção.

Os assuntos que mais caem na UFRGS

Quer saber sobre os temas de cada disciplina mais cobrados na 1a fase do vestibular da UFRGS? Confira a seguir uma amostra do levantamento exclusivo feito pelo Aprova Total, a partir da análise dos exames dos últimos 10 anos. O mapa de incidência completo está na plataforma.


Leituras obrigatórias para o vestibular 2024 da UFRGS

Veja a seguir a lista de obras obrigatórios indicada para o vestibular UFRGS 2024:

ObraAutor(a)
A terra dos mil povosKaká Werá
Água FundaRuth Guimarães
Cem anos de solidãoGabriel García Márquez
Um útero é do tamanho de um punhoAngélica Freitas
LisístrataAristófanes
Várias históriasMachado de Assis
A falênciaJúlia Lopes de Almeida
Coral e outros poemasSophia de Mello Breyner Andresen
Caderno de memórias coloniaisIsabela Figueiredo
Construção (álbum)Chico Buarque
Ponciá VicêncioConceição Evaristo
Deixe o quarto como estáAmílcar Bettega

Como é a redação da UFRGS?

A prova de redação do vestibular da UFRGS avalia habilidades que vão desde a compreensão até a expressão articulada das ideias sobre o tema proposto. A redação deve seguir o modelo dissertativo e ter entre 30 e 50 linhas, além de incluir um título obrigatório.

Em relação ao conteúdo do texto, o aluno deve apresentar argumentos para defender a tese proposta com um certo grau de detalhamento. Portanto, é indispensável que a redação contenha os aspectos a seguir:

  • Abordagem do tema:
    • A redação tem de evidenciar a compreensão adequada do tema proposto e atender às orientações que vêm enunciadas na prova.
  • Definição do ponto de vista:
    • O posicionamento diante do tema proposto é assegurado pelo ponto de vista estabelecido para a redação. O ponto de vista deve indicar o rumo da reflexão inerente a um texto de caráter dissertativo.
  • Contextualização do assunto:
    • Reflexão articulada sobre dados da realidade, referências a fontes de informação diversificadas, citações, paráfrases e/ou alusões respondem pela abrangência de uma redação de natureza dissertativa.
  • Estruturação:
    • A divisão hierárquica das partes que compõem o texto e a organização de frases e parágrafos asseguram a estruturação interna e externa, conferindo progressão e unidade à redação.
  • Linguagem:
    • A expressão linguística pressupõe: seleção e utilização adequada, conveniente e apropriada do vocabulário, dos processos de coordenação e subordinação, dos recursos de pontuação, das estruturas de língua escrita padrão e das convenções ortográficas.

Como é a correção da redação da UFRGS?

Na prova de redação da UFRGS, examinadores distintos avaliam o texto em duas modalidades: analítica e holística, atribuindo escalas independentes entre 0 e 10. Na modalidade analítica, o examinador avalia os aspectos de estrutura, conteúdo e expressão linguística. Na modalidade holística, o examinador avalia o texto na sua totalidade (e não tem acesso ao resultado da correção analítica).

Caso haja um distanciamento igual ou superior a 2,5 pontos nas notas atribuídas pelos avaliadores na avaliação da redação, será considerado que houve discrepância. Nesse caso, a redação será reavaliada por outro examinador, que irá ponderar sobre as duas avaliações anteriores, equilibrar e/ou atribuir novas notas para desfazer a discrepância e registrar os novos resultados.

É importante destacar que receberão nota zero os textos que:

  • fugirem ao tema
  • apresentarem tipo textual diferente do solicitado
  • tiverem menos de 30 ou ultrapassarem de 50 linhas.

A nota final da redação será a soma das notas das modalidades analítica e holística, convertida em uma escala entre 0 e 15 (número de questões da prova de Língua Portuguesa).

Temas que já apareceram na prova de redação da UFRGS

Confira quais foram os últimos temas da prova de redação do vestibular da UFRGS:

2023O apagamento das mulheres na história e o direito à memória
2022Mudanças climáticas e diretos humanos
2020A respeito da música brasileira
2019Maturidade
2018Pai da Pátria

Como é o cálculo da nota do vestibular da UFRGS?

É usada a seguinte fórmula para calcular o escore padronizado de cada prova, que vale de 0 a 15 pontos:

Onde:

EP: escore padronizado da prova
EB: escore do candidato na prova (escore bruto em prova da UFRGS ou escore resultante do Enem)
MD: média dos escores da prova
DP: desvio padrão da prova

Na prova de Língua Estrangeira, o escore padronizado levará em conta os dados do idioma escolhida pelo candidato, e não da prova de Língua Estrangeira como um todo.

Na sequência, será calculado o argumento de concorrência (AC) através da média harmônica ponderada dos escores padronizados das nove provas. Cada prova terá um peso específico de acordo com a tabela de pesos das provas por curso, que pode ser encontrada no Manual do Candidato.

A nota final será calculada a partir dos escores padronizados de cada prova, utilizando a média harmônica ponderada dos escores padronizados obtidos nas nove provas. Veja como é a fórmula:

Onde:

i: representa uma das nove provas
pi: peso da prova em questão a ser calculada
EPi: escore padronizado do candidato nessa prova e (somatório) indica que serão somados os termos correspondentes às nove provas

Critérios de eliminação no vestibular da UFRGS

Será desclassificado no vestibular da UFRGS, os candidatos que:

  • não acertarem no mínimo uma questão em cada uma das nove provas constituídas por itens de múltipla escolha;
  • totalizarem menos de 41 acertos no total (30%) das questões de múltipla escolha das nove provas;
  • obtiverem em qualquer uma das nove provas escore padronizado igual ou menor do que zero;
  • obtiverem escore inferior a 30% (4,5 pontos) do escore máximo (15 pontos) na prova de redação.

Distribuição das vagas da UFRGS

A UFRGS distribui 50% de suas vagas entre 8 modalidades de cotas, sendo 6,25% para cada modalidade. As oportunidades incluem vagas específicas para candidatos de baixa renda, autodeclarados pretos, pardos e indígenas, além de pessoas com deficiência (veja a seguir).

Todos os candidatos concorrem em ampla concorrência inicialmente, e aqueles que desejarem se inscrever por cotas deverão indicar essa opção na inscrição. Confira quais são as modalidades:

Como funciona o ingresso por cotas na UFRGS?

Ao se inscrever, o candidato deverá escolher entre as modalidades de ingresso disponíveis, que podem ser Acesso universal (para a ampla concorrência) ou Ações afirmativas (reserva de vagas por cotas). É importante destacar que as modalidades de reserva de vagas são destinadas exclusivamente a estudantes que cursaram todo o ensino médio em escola pública.

Dentro do grupo de ações afirmativas, há vagas específicas de acordo com critérios de renda, étnico-raciais e de pessoa com deficiência.

  • modalidade L1 - candidato egresso do Sistema Público de Ensino Médio com renda familiar bruta mensal igual ou inferior a 1,5 salário mínimo nacional per capita;
  • modalidade L2 - candidato egresso do Sistema Público de Ensino Médio com renda familiar bruta mensal igual ou inferior a 1,5 salário mínimo nacional per capita autodeclarado preto, pardo ou indígena;
  • modalidade L3 - candidato egresso do Sistema Público de Ensino Médio, independentemente da renda familiar;
  • modalidade L4- candidato egresso do Sistema Público de Ensino Médio, independentemente da renda familiar, autodeclarado preto, pardo ou indígena;
  • modalidade L9- candidato egresso do Sistema Público de Ensino Médio com renda familiar bruta mensal igual ou inferior a 1,5 salário mínimo nacional per capita que seja pessoa com deficiência;
  • modalidade L10 – candidato egresso do Sistema Público de Ensino Médio com renda familiar bruta mensal igual ou inferior a 1,5 salário mínimo nacional per capita autodeclarado preto, pardo ou indígena e que seja pessoa com deficiência;
  • modalidade L13 - candidato egresso do Sistema Público de Ensino Médio, independentemente da renda familiar, que seja pessoa com deficiência;
  • modalidade L14 - candidato egresso do Sistema Público de Ensino Médio, independentemente da renda familiar, autodeclarado preto, pardo ou indígena e que seja pessoa com deficiência.

➡️ Acesse o simulador de cotas disponibilizado pela UFRGS e entenda melhor cada modalidade!

A UFRGS usa a nota do Enem como forma de ingresso?

A UFRGS reserva aproximadamente 30% das vagas disponíveis para ingresso por meio do  Sistema de Seleção Unificada (SiSU), que utiliza a nota do Enem. O número exato de vagas por curso é divulgado próximo ao início de cada edição do Sisu no 1º e 2º semestres.

Para participar da seleção, é necessário atender aos seguintes pré-requisitos: ter participado da edição mais recente do  Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e obter, no mínimo, 450 pontos em cada área do conhecimento e 500 pontos na redação.

É importante destacar que o vestibular e o Sisu são processos seletivos distintos. Isso significa que o candidato pode participar de ambos, ampliando suas chances de ingresso. No entanto, em caso de seleção nas duas modalidades, o candidato deverá optar por uma delas.

Os 10 cursos mais concorridos do vestibular da UFRGS

Veja abaixo a lista dos 10 cursos mais concorridos do vestibular da UFRGS, levando em consideração a relação candidato/vaga dos cursos oferecidos com maior densidade no Vestibular 2024:

Medicina70,59 candidatos por vaga
Psicologia (diurno)27,46 candidatos por vaga
Psicologia (noturno)20,90 candidatos por vaga
Biomedicina18,04 candidatos por vaga
Ciência da Computação16,13 candidatos por vaga
Fisioterapia13,57 candidatos por vaga
Medicina Veterinária10,60 candidatos por vaga
Relações Internacionais10,60 candidatos por vaga
Engenharia de Computação10,48 candidatos por vaga
Ciências Jurídicas e Sociais – Direito10,28 candidatos por vaga
Publicidade e Propaganda9,20 candidatos por vaga

Materiais permitidos e proibidos no vestibular da UFRGS

É obrigatório que os candidatos tenham em mãos, nos dois dias de provas:

  • documento de identificação original com foto (RG, CNH, etc); 
  • caneta esferográfica azul ou preta.

Aqueles que desejarem, é permitido levar alimentos e água (em garrafa transparente e sem rótulo) para serem consumidos durante a prova, além de lápis e borracha.

Não são permitidos quaisquer dispositivos eletrônicos, ou meios de consultas como livros, tabelas de fórmulas e outros matérias proibidos no edital. Bonés e gorros também não são permitidos.

Recomenda-se não levar o celular. Caso o candidato leve o aparelho e outros objetos pessoais, como chaves, óculos de sol ou relógio, é necessário colocá-los em um envelope de plástico e manter em local visível.

Calendário do vestibular 2024 da UFRGS

Confira as principais datas do vestibular 2024 da UFRGS:

  • Solicitação de isenção da taxa de inscrição: 10 a 31/07/2023;
  • Resultados dos pedidos de isenção da taxa: 15/08/2023;
  • Divulgação do edital: 21/08/2023;
  • Prazo de inscrições: 28/08 a 25/09/2023;
  • Pagamento da taxa de inscrição: até 26/09/2023;
  • Aplicação das provas de habilitação específicas: 02 a 06/10/2023;
  • Divulgação dos locais de prova: a partir de 06/11/2023;
  • Aplicação das prova gerais: 25 e 26/11/2023;
  • Publicação do gabarito oficial:
    • Referente ao 1º dia de prova - 26/11/2023, às 09h;
    • Referente ao 2º dia de prova - 27/11/2023, às 09h;
  • Divulgação dos resultados: 11/12/2023, às 17h.

👉 Veja também:

Mapa dos processos seletivos: a ferramenta interativa do Aprova
Confira o calendário dos principais vestibulares de 2023

 Quer uma força para continuar estudando para o Enem e vestibulares? Conheça os cursos Intensivo Enem e Super MED do Aprova Total e conte com as melhores aulas e professores do Brasil!

banner jubilut

TEMAS:

avatar
Gabriel Brito de Souza

Colaborador no Aprova Total e jornalista em formação pela Unesp-Bauru, Gabriel traz um olhar mais próximo de quem está vivenciando o sonho da primeira graduação. Com sua linguagem típica da geração Z, aproveita suas vivências como estudante para mostrar a importância da preparação para os vestibulares e o Enem.

Ver mais artigos de Gabriel Brito de Souza >

Colaborador no Aprova Total e jornalista em formação pela Unesp-Bauru, Gabriel traz um olhar mais próximo de quem está vivenciando o sonho da primeira graduação. Com sua linguagem típica da geração Z, aproveita suas vivências como estudante para mostrar a importância da preparação para os vestibulares e o Enem.

Ver mais artigos de Gabriel Brito de Souza >

Compartilhe essa publicação:

Veja Também

Assine a newsletter do Aprova Total

Você receberá apenas nossos conteúdos. Não enviaremos spam nem comercializaremos os seus dados.