Vestibulares

Vestibular UEM: como é, o que cai, calendário e mais

Descubra todos os detalhes do vestibular da UEM, como é a estrutura das provas e o conteúdo programático. Prepare-se para um dos processos seletivos mais disputados do Paraná

Acessibilidade

Você já conhece o vestibular da UEM (Universidade Estadual de Maringá)? Presente em diferentes cidades do Paraná, a UEM se destaca como uma das instituições de Ensino Superior mais renomadas do estado, oferecendo anualmente mais de 3.600 vagas entre cursos de graduação presenciais e a distância.

A UEM possui cinco diferente formas de ingresso: Vestibular de Verão, Vestibular de Inverno, Vestibular EaD, Processo de Avaliação Seriada (PAS), e, mais recentemente, o Sistema de Seleção Unificada (SiSU).

Em 2021, a universidade aderiu ao SiSU, permitindo que estudantes de todo o Brasil concorram a uma vaga usando as notas do último Enem, com exceção dos cursos que exigem provas de habilidades específicas.

Com tantas opções de entrada, entender cada processo seletivo pode parecer complexo. Por isso, o Aprova Total está aqui para guiar você, esclarecendo as principais dúvidas sobre as provas, a redação e os temas abordados. Vamos juntos descobrir o melhor caminho para ingressar na UEM? 🎓

Quais cursos a UEM oferece?

Fundada em 1969, a sede da universidade fica localizada na cidade de Maringá, sendo o maior campus, com 40 cursos. Além disso, a universidade expande sua presença em mais cinco campi regionais e um polo de apoio presencial para Educação a Distância (EAD).

Os cursos são distribuídos da seguinte maneira:

  • Campus Sede (Maringá/PR): 40 cursos
  • Campus Regional do Arenito (Cidade Gaúcha/PR): 1 curso
  • Campus Regional de Cianorte (Cianorte/PR): 4 cursos
  • Campus Regional de Goioerê (Goioerê/PR): 4 cursos
  • Campus Regional do Vale do Ivaí (Ivaiporã/PR): 3 cursos
  • Campus Regional de Umuarama (Umuarama/PR): 8 cursos

Além dos cursos presenciais, a UEM oferece opções de graduação a distância e por meio do Programa de Formação de Professores da Educação Básica (PARFOR), além de turmas especiais e programas específicos que atendem a diferentes necessidades dos estudantes.

  • Modalidade Educação a Distância: 9 cursos
  • Modalidade PARFOR (presencial): 9 cursos

Ao todo, são ofertados 80 cursos de graduação em grandes áreas, tais como: Agrárias, Biológicas, Exatas, Humanas, Tecnológicas, Saúde e Sociais.

💡 Para saber mais, acesse a lista de cursos e unidades da UEM ou visite o site do evento Mostra de Profissões da UEM, com informações sobre as graduações, além de vídeos, lives e materiais.

Como são as provas da UEM?

Sob responsabilidade da Comissão Central do Vestibular Unificado (CVU), a prova possui 50 questões objetivas de Conhecimentos Gerais e uma redação. Veja como é a distribuição:

Áreas/DisciplinasNúmero de questões
Linguagens e suas Tecnologias – Língua Portuguesa10
Linguagens e suas Tecnologias – demais linguagens10
Matemática e suas Tecnologias10
Ciências da Natureza10
Ciências Humanas e Sociais Aplicadas10

🕗 A prova da UEM acontece das 14h às 19h (horário de Brasília). No total, são 5 horas de duração, e os candidatos só podem deixar o local de prova a partir das 17h.

Quantos vestibulares tem por ano na UEM?

A UEM realiza dois vestibulares anualmente:

  • o Vestibular de Inverno, no final do primeiro semestre;
  • e o Vestibular de Verão, ao término do segundo semestre.

Adicionalmente, durante o Vestibular de Inverno, ocorre também o Vestibular EAD, enquanto as provas do Processo de Avaliação Seriada (PAS) são aplicadas juntamente com o Vestibular de Verão.

Qual o valor da taxa de inscrição no vestibular da UEM?

Se você está interessado em ingressar na UEM, saiba que a taxa de inscrição varia conforme o processo seletivo.

Em 2024, o valor da taxa de inscrição para os vestibulares foi de R$ 185,00 para o vestibular tradicional. Já o PAS cobrou R$ 78 em cada etapa. Mas caso você se enquadre nos critérios para solicitar a isenção, pode ficar livre dessa taxa.

Como solicitar a isenção de inscrição da UEM?

Para solicitar a isenção nos vestibulares da UEM, é necessário:

a) Comprovante de conclusão do Ensino Médio ou declaração da instituição de ensino, confirmando que o candidato está matriculado e cursando a última série do Ensino Médio;

b) Comprovante atualizado do Cadastro Único, obtido pelo site do CadÚnico ou pelo aplicativo oficial, que deve incluir código QR e chave de segurança para verificação de autenticidade, emitido no máximo 60 dias antes do início das inscrições.

Somente será deferido o pedido do candidato que, durante o período previsto no edital e após efetuada a inscrição, anexar os documentos comprobatórios em formato PDF ou JPG no Menu do Candidato, pelo site do vestibular ou aplicativo App Vestibular UEM. Caso contrário, terá o pedido indeferido.

Saiba mais sobre os critérios e procedimentos para solicitação de isenção da taxa na página do vestibular.

Como se inscrever no vestibular da UEM?

As inscrições nos vestibulares da UEM são feitas pela internet no site da CVU ou pelo aplicativo App Vestibular UEM, durante o prazo em vigor de cada processo seletivo.

Confira o passo a passo para realizar a inscrição:

Captura de tela do site oficial de inscrições para o vestibular da UEM
(Imagem: Reprodução/UEM)
  1. Acesse o site dos Programas para Vestibulares da UEM (www.vestibular.uem.br);
  2. Vá até o banner do processos seletivo em que você irá se inscrever e clique no ícone de INSCRIÇÃO;
  3. Preencha a ficha de inscrição (informações pessoais, escolares e socioeconômicas);
  4. Confirme a modalidade de concorrência no Sistema de Cotas;
  5. Selecione o curso desejado e o campus em que pretende estudar;
  6. Confirme todas as informações fornecidas e finalize a inscrição;
  7. Efetue o pagamento da taxa de inscrição dentro do prazo estabelecido;
  8. Aguarde a confirmação da inscrição por e-mail ou pelo site da UEM.

⚠️ Durante a inscrição, o candidato deverá escolher dentre Espanhol, Francês e Inglês, como idioma estrangeiro que deseja em sua prova.

Quando abrem as inscrições do vestibular da UEM em 2024?

Atualmente, estão abertos os processos seletivos Vestibular de Inverno 2024 e Vestibular EaD, que ocorrerão entre 02 de maio e 5 de junho​​.

Vestibular UEM: estilo das questões e das provas

Na prova objetiva da UEM, as questões são do tipo múltipla escolha por somatória. Cada questão é apresentada com um comando e cinco alternativas, numeradas como 01, 02, 04, 08 e 16. Então, a resposta é obtida pela soma dos números das alternativas, sendo:

  • se mais de uma alternativa for correta, a resposta será a soma dos números dessas alternativas.
  • se apenas uma alternativa for correta, a resposta será o número correspondente a essa alternativa.
  • caso nenhuma alternativa seja correta, a resposta será 00.

Cada questão vale até 6 pontos, e pontos parciais podem ser atribuídos de acordo com as regras descritas no Manual do Candidato.

As respostas incorretas receberão pontuação zero, quando nenhuma alternativa correta é assinalada ou quando alguma alternativa incorreta é marcada.

🚨 ATENÇÃO: Na folha de respostas, o candidato deve preencher dois campos, um na coluna das dezenas e outro na das unidades, para indicar o total dessa soma.

Prova de habilidades específicas

O curso de Música inclui uma etapa adicional em seu processo seletivo, conhecida como prova de habilidades específicas. Esta avaliação consiste em um teste teórico de Percepção Musical e Conhecimentos Gerais de Música, além de uma prova prática de Instrumento ou Canto.

Contudo, a aplicação das provas de habilidades específicas ocorre em outubro, pois apenas o PAS e o Vestibular de Verão oferecem vagas para o curso.

Quais os assuntos que mais caem na UEM?

Quer saber quais são os temas mais cobrados em cada disciplina no vestibular da UEM? Veja, a seguir, um resumo do que você pode encontrar nas provas, baseado no conteúdo programático do edital:

LINGUAGENS E SUAS TECNOLOGIAS

  • Arte: Forma de linguagem, Arte e Sociedade, e Teorias estéticas;
  • Educação Física: Aspectos socioculturais no esporte, Cultura corporal e Atividade física e Saúde;
  • Literatura: Gêneros literários, Figuras de linguagem e Literatura Brasileira;
  • Português: Compreensão e interpretação de textos, Variação linguística e Funções da linguagem;
  • Língua Estrangeira: Compreensão de textos, Gramática e Vocabulário básico.

MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS

CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS

CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS APLICADAS

✏️ Para saber mais sobre quais assuntos podem cair no vestibular da UEM, confira o Conteúdo Programático!

Lista de obras obrigatórias do vestibular da UEM

Entre as obras literárias indicadas para leitura, existem três categorias: textos poéticos, textos narrativos e textos dramáticos. Dessa forma, eles buscam cobrir toda a Literatura Brasileira.

Textos poéticos

Autor(a)Poemas selecionados
Gregório de MatosUm calção de pindoba, a meia zorra; Se Pica-flor me chamais; Anjo no nome, Angélica na cara!; Discreta, e formosíssima Maria; Meu Deus, que estais pendente em um madeiro.
Tomás Antônio GonzagaLira XIV (parte I) Minha bela Marília, tudo passa; Lira XXVI (parte I) O destro Cupido um dia; Lira XXXV (parte II) Se lá te chegarem; Soneto XII (parte III) Com pesadas cadeias maniatado; Soneto XIV (parte III) Quando o torcido buço derramava.
Álvares de AzevedoPálida, à luz da lâmpada sombria; Lembrança de morrer; Já da morte o palor me cobre o rosto; Namoro a cavalo; Adeus, meus sonhos!
Castro AlvesVozes d’África; Saudação a Palmares; O gondoleiro do amor; Boa noite; A queimada.
Olavo BilacIn Extremis; A um poeta; No cárcere; Língua portuguesa; Nel mezzo del camin.
Cruz e SousaAcrobata da dor; Velhas tristezas; Violões que choram; Vida obscura; Cavador do infinito.
Oswald de AndradeVício na fala; o capoeira; medo da senhora; levante; azorrague; relicário; senhor feudal; prosperidade; pronominais; contrabando.
Carlos Drummond de AndradePoema de sete faces; Elegia, 1938; Morte do leiteiro; Não se mate; Oficina irritada.
João Cabral de Melo NetoPregão turístico do Recife; O relógio; Tecendo a manhã; Catar feijão; A voz do canavial.
Adélia PradoPoema esquisito; Impressionista; Sedução; Janela; Ensinamento.
Ana Cristina CésarSamba-canção; nada, esta espuma; Quase; Definição; flores do mais.
Hilda HilstNão há silêncio bastante; Se quiserem saber se pedi muito; Há certos rios que é preciso rever; Senhoras e senhores, olhai-nos; Carrega-me contigo, Pássaro-Poesia.
Elisa LucindaA ilha; Sinais; Poemeto de amor ao próximo; Carta negra ou o sol é para todos; Última moda.
Patativa do AssaréCaboclo roceiro; Vida sertaneja; Fuga de Vênus; Teia de aranha; Com o grito do dinheiro a justiça não se apruma.
Observação: no edital, constam as informações das edições das obras utilizadas como referências.

Textos narrativos

Veja as categorias e textos narrativos que podem aparecer no vestibular.

Romances

  • Memórias póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis;
  • Menino de engenho, de José Lins do Rego.

Diário

Contos

Autor(a)Contos selecionados
Simões Lopes NetoTrezentas onças e O boi velho.
Guimarães RosaTerceira Margem do Rio; Sorôco, sua mãe, sua filha e Famigerado.
Clarice LispectorOs desastres de Sofia; A repartição dos pães; Viagem a Petrópolis e Uma amizade sincera.
Dalton TrevisanUma vela para Dario; Maria pintada de prata e
Cemitério de elefantes.
Rubem BragaMar, Os jornais e Conversa de compra de passarinho.
Conceição EvaristoOlhos d’água; Duzu-Querença e Maria.
Luci CollinIsto é literatura feminina ou seja (autoretorto); Adoração à viagem (elóquio) e De dia.
Nota: as edições utilizadas como referências estão disponíveis no edital do vestibular.

Textos dramáticos

Conheça as obras cobradas no vestibular:

  • Amor por anexins, de Artur Azevedo;
  • O santo inquérito, de Dias Gomes.

Como é a prova de redação da UEM?

A prova de redação da UEM requer que o candidato produza textos em gêneros específicos, cuja lista é divulgada com antecedência e atualizada periodicamente, mantendo alguns dos gêneros previamente solicitados em edições anteriores.

A redação pode valer até 120 pontos e o texto deve ter entre 15 e 22 linhas. Além disso, deve seguir um enunciado situacional que fornece contexto e comando de produção.

Veja um exemplo do Vestibular de Verão UEM 2023:

Exemplo de contexto e comando de produção para a redação do Vestibular de Verão UEM 2023
(Imagem: Reprodução/UEM)

Agora, não deixe de conferir a lista dos gêneros textuais que podem ser solicitados para a produção da redação no Vestibular de Inverno UEM 2024:

  1. Artigo de opinião
  2. Carta aberta
  3. Carta de solicitação
  4. Resposta argumentativa
  5. Comentário de rede social

Critérios de correção na redação da UEM

Assim como em outros vestibulares, a redação da UEM é avaliada com base em critérios específicos. Conheça quais são abaixo:

  • atendimento às diretrizes do comando;
  • compreensão e interpretação de dados e de fatos que compõem o(s) texto(s) de apoio;
  • capacidade de produzir o gênero textual solicitado, obedecendo à modalidade culta da língua escrita;
  • apresentação de ideias, em função da estrutura organizacional do gênero textual solicitado;
  • estabelecimento de relações entre ideias na organização textual.

Quanto ao gênero textual, serão avaliados os critérios considerando-se conteúdo e forma. Veja a tabela:

CONTEÚDO
Capacidade de o candidato produzir determinado gênero textual a partir da leitura da temática proposta no(s) texto(s) oferecido(s) como estímulo e apoio, bem como atender às condições de produção estabelecidas no comando do gênero solicitado.
TEMÁTICADesenvolvimento do tema, considerando seus níveis de aproveitamento a partir de texto(s) oferecido(s) como estímulo e apoio à produção escrita.
ADEQUAÇÃO AO GÊNEROAtendimento às condições de produção expressas no comando do gênero textual solicitado
FORMA
Organização composicional típica do gênero textual solicitado, coesão e coerência em função da materialização das ideias; e desempenho linguístico em consonância com a variedade linguística, mas sempre observando a modalidade culta da língua escrita.
ORGANIZAÇÃO TEXTUALEstrutura organizacional típica do gênero textual solicitado, considerando os mecanismos de coesão e de coerência necessários para a sua materialização ou textualização.
DESEMPENHO LINGUÍSTICORespeito à modalidade culta da língua escrita, observando os níveis de construção de parágrafos, frases, períodos, orações (pontuação, regência, concordância etc), e o emprego de palavras e seus elementos constituintes (ortografia etc).

Erros que podem zerar a redação

Fique atento as referências! Cópias totais ou parciais dos textos de apoio serão desconsideradas na avaliação da redação. Ou seja, as linhas que contiverem cópias podem ser descontadas do total.

Da mesma forma, o conteúdo que estiver fora das margens destinadas à redação não será avaliado. Além disso, conteúdos escritos sobre ou sob outros trechos (sobrescritos e subscritos) não serão considerados e influenciarão na atribuição da nota final, considerando o número mínimo de linhas.

A nota do candidato será zero se, na versão definitiva:

  • apresentar sua redação com menos de 15 linhas escritas;
  • não apresentar seu texto na Folha da Versão Definitiva ou entregá-la em branco;
  • desenvolver o texto com letra ilegível, em forma de desenho, com códigos alheios à Língua Portuguesa escrita, com espaçamento excessivo entre letras, palavras, linhas, parágrafos e margens;
  • escrever a Versão Definitiva a lápis ou com caneta de tinta diferente de azul-escura; escrever a Versão Definitiva no verso da Folha de Redação; escrever sua redação ou parte dela com orientação invertida (de cabeça para baixo; da direita para a esquerda ou com outra configuração);
  • apresentar, em quaisquer partes do texto e/ou fora do campo reservado para a redação: marca(s) que possa(m) identificá-lo - número de inscrição, nome por extenso (completo ou parcial), nome e/ou sobrenome abreviado, qualquer forma de assinatura, bem como palavra(s), fragmento(s) não escrito(s) em Língua Portuguesa, códigos, desenhos ou símbolos.

5 temas que já caíram na redação da UEM

Confira quais foram os últimos temas da prova de redação do vestibular da UEM:

EdiçãoGênero textual e tema
2023 - Vestibular de VerãoCARTA ABERTA à comunidade acadêmica com o objetivo de combater o etarismo
2023 - Vestibular de InvernoRESPOSTA ARGUMENTATIVA sobre, qual é a relação entre uso excessivo das redes sociais e saúde mental?
2022 - Edição única devido a pandemia de Covid-19ARTIGO DE OPINIÃO sobre a cobrança de mensalidades no Ensino Superior público
2021 - Edição única devido a pandemia de Covid-19ARTIGO DE OPINIÃO sobre a consciência ou a falta de consciência política do povo brasileiro para votar nas próximas eleições
2020 - Edição única devido a pandemia de Covid-19RESPOSTA ARGUMENTATIVA sobre o lugar de privilégio do branco ou o não combate ao racismo no Brasil.

👉 Leia também:

10 efemérides e datas importantes de 2024 para manter no radar

10 repertórios para sua redação sobre consumo sustentável

Como é calculada a nota no vestibular da UEM?

Conforme o edital, os processos de seleção e de classificação possuem as seguintes etapas:

I. apuração do Escore das Questões Objetivas (EO);
II. apuração do Escore da Redação (ER);
III. apuração do Escore Final (EF) por candidato;
IV. classificação final dos candidatos por curso, turno e campus;

O Escore das Questões Objetivas (EO) é calculado com base nos pontos obtidos nas questões de alternativas múltiplas. O valor máximo atribuído a cada questão objetiva será de 6 (seis) pontos.

Uma pontuação parcial será concedida às questões caso pelo menos uma alternativa correta seja assinalada e nenhuma incorreta. O valor parcial atribuído será proporcional ao número de alternativas corretas assinaladas na questão.

🔎 O Escore Final (EF) de cada candidato será determinado pela soma do Escore das Questões Objetivas (EO) com o Escore da Redação (ER).

A classificação final em cada curso, turno e campus será estabelecida pela ordem decrescente dos Escores Finais (EF) dos candidatos que escolheram aquele curso como primeira opção.

Para fins de desempate entre dois ou mais candidatos a um mesmo curso, turno e campus, com o mesmo EF, classificar-se-á o candidato que, pela ordem:

a) comprovar que possui renda familiar bruta inferior a 10 (dez) salários mínimos, ou menor renda familiar bruta quando mais de um candidato preencher o critério inicial (a comprovação deverá ocorrer no ato da pré-matrícula conforme descrito no Anexo I da Resolução n.º 005/2023-CEP);
b) obtiver maior pontuação na redação;
c) tiver mais idade.

Relação candidato/vaga do vestibular da UEM

O Vestibular de Verão UEM 2023 ofereceu, no total, 1.211 vagas para ingresso em cursos de graduação.

Na ampla concorrência, Medicina foi o curso mais disputado, com 466,16 candidatos por vaga. Em seguida, apareceram Ciências da Computação, com 59,16 candidatos por vaga, Psicologia com 50,36, Odontologia com 50 e Direito (Noturno) com 48,36 candidatos por vaga.

Quais são os cursos mais concorridos da UEM?

Veja a lista dos 10 cursos com a relação candidato/vaga (ampla concorrência) mais alta na última edição:

CursoRelação candidato/vaga (geral)
Medicina (I-Maringá)466,16
Ciência da Computação (I-Maringá)59,16
Psicologia (I-Maringá)50,36
Odontologia (I-Maringá)50
Direito (N-Maringá)48,36
Biomedicina (I-Maringá)44,33
Direito (M-Maringá)42
Arquitetura e Urbanismo (I-Maringá)37,71
Engenharia de Produção-Software (I-Maringá)37
Medicina Veterinária (I-Umuarama)34,83
Legenda: I = Integral; M = Matutino; N = Noturno.

Como funciona o sistema de cotas na UEM?

A UEM distribui as vagas da seguinte maneira no sistema de cotas:

  • 20% para Cotas Sociais;
  • 20% para Cotas para Negros (pretos e pardos), subdivididas em 3/4 para candidatos que também cumprem os critérios das Cotas Sociais a e 1/4 independentemente desses critérios; e
  • 5% para Cotas para Pessoas com Deficiência (PcD).

Além disso, a universidade também reserva vagas para estudantes indígenas integrantes da Sociedade Indígena Paranaense. Veja os pré-requisitos para cada categoria:

Cotas Socias

As Cotas Sociais são destinadas a candidatos que atendam pelo menos um dos seguintes critérios:

a) tenha cursado as quatro últimas séries do Ensino Fundamental e o Ensino Médio em Instituição
Pública de Ensino
; ou

b) possua registro no Cadastro Único do Governo Federal (CadÚnico) de família de baixa renda (ativo até a data da prova e disponível para consulta on-line na Plataforma do Governo Federal):
I. com renda familiar mensal per capita de até 1/2 salário mínimo; ou
II. com renda familiar mensal de até 3 (três) salários mínimos.

Cotas para Negros

As Cotas para Negros (pretos e pardos) são divididas em duas categorias:

a) reserva de 3/4 dessas vagas para candidatos negros (pretos e pardos) que
também deverão atender aos critérios das Cotas Socias; e

b) reserva de 1/4 dessas vagas, independentemente dos critérios das Cotas Socias.

Esse sistema de cotas é destinado a candidatos que satisfaçam integralmente ao seguinte requisito:

I. pertença ao grupo racial negro (pretos e pardos), levando em conta a classificação de cor ou raça empregada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para fins de autodeclaração.

Cotas para Pessoas com Deficiência (PcD)

Referente às Cotas para PcD, considera-se pessoa com deficiência aquela que tem algum:

a) impedimento de longo prazo, de natureza física, intelectual ou sensorial, impedimento este que, em interação com uma ou mais barreiras, pode obstruir sua participação plena e efetiva na sociedade em igualdade de condições com as demais pessoas, conforme a Lei Federal n.º 13.146, de 06 de julho de 2015, a Lei Federal n.º 12.764, de 27 de dezembro de 2012, a Lei Federal n.º 14.126, de 22 de março de 2021 e a Lei Federal n.º 14.768, de 22 de dezembro de 2023.

❗ O candidato que for portador de diploma de curso superior não poderá ter acesso a nenhum tipo de cota.

Outras formas de ingresso na UEM

A principal forma de ingresso na UEM é através do vestibular tradicional, mas os candidatos também podem entrar pelo PAS - Avaliação Seriada, ou pelo SiSU, que utiliza as notas do Enem.

O PAS/UEM é dividido em três etapas:

  • Etapa 1: prova de peso 1, realizada ao final do primeiro ano do Ensino Médio, abrangendo conteúdos dessa série;
  • Etapa 2: prova de peso 2, realizada ao final do segundo ano do Ensino Médio, incluindo conteúdos dessa série, destinada aos alunos que passaram pela Etapa 1;
  • Etapa 3: prova de peso 2, realizada ao final do terceiro ano do Ensino Médio, abordando conteúdos dessa série, para os alunos que foram aprovados na Etapa 2.

Em relação ao quadro de vagas, o PAS/UEM 2024 disponibilizou 754 vagas em todos os curso da universidade para os candidatos da terceira etapa do processo. Já no Sisu 2024, foram ofertadas 656 vagas, distribuídas em 65 cursos de graduação em diferentes turnos e campus.

É possível entrar na UEM com a nota do Enem?

A UEM não incorpora a nota do Enem na composição das notas do Vestibular. No entanto, utiliza a nota do Enem como um dos critérios para a solicitação de vagas remanescentes em editais específicos e para ingresso via SiSU.

O que levar e o que não levar no vestibular da UEM?

Obrigatoriamente, os candidatos devem apresentar um documento original com foto no dia da prova.

  • Permitido: caneta esferográfica transparente nas cores azul-escuro ou preto;
  • Evitar: acessórios que ocultem a identidade, como bonés, lenços e óculos escuros;
  • Proibido: canetas e lapiseiras feitas de material opaco, aparelhos eletrônicos ou de comunicação (ligados) na sala de aplicação da prova.

💧💦 Conforme o edital, as provas danificadas por água, tinta de caneta ou comida não serão substituídas. Por isso, é aconselhável levar uma garrafinha de água que feche bem e comidas leves!

Calendário do vestibular UEM

Regularmente, as inscrições do Vestibular de Verão e do PAS acontecem de agosto a setembro. Já o Vestibular de Inverno e Vestibular EaD ocorrem de abril a maio. Confira os cronogramas de cada vestibular:

Vestibular de Inverno 2024

  • Publicação do edital: 22 de abril
  • Pedidos de isenção: 2 a 17 de maio
  • Resultado dos pedidos de isenção: 24 de maio
  • Inscrições: 2 de maio a 5 de junho
  • Pagamento da taxa de inscrição: até 7 de junho
  • Divulgação dos locais de prova: 14 de junho
  • Provas: 14 de julho
  • Resultado: 9 de agosto, a partir das 10h

Vestibular de Verão 2024

  • Fora do período vigente: este processo seletivo ainda não foi divulgado pela universidade.

Vestibular EAD 2024 UEM

  • Publicação do edital: 22 de abril
  • Pedidos de isenção: 2 a 17 de maio
  • Resultado dos pedidos de isenção: 24 de maio
  • Inscrições: 2 de maio a 5 de junho
  • Pagamento da taxa de inscrição: até 7 de junho
  • Divulgação dos locais de prova: 14 de junho
  • Provas: 14 de julho
  • Resultado: 9 de agosto, a partir das 10h

Estude para o vestibular da UEM com o Aprova Total

Quer saber como se preparar para o Vestibular da UEM? Conheça a plataforma do Aprova Total e comece hoje mesmo a estudar com os melhores cursos e professores!

Com uma ampla variedade de recursos, como simulados detalhados e um acervo extenso de videoaulas, os usuários têm acesso a materiais diversificados, incluindo textos didáticos, webdocumentários, propostas de redação e listas de exercícios para testar seus conhecimentos.

🥇 Agora você já sabe, se precisar de suporte nos estudos, conte com o Aprova Total para a sua aprovação!

Banner

TEMAS:

avatar
Gabriel Brito de Souza

Colaborador no Aprova Total e jornalista em formação pela Unesp-Bauru, Gabriel traz um olhar mais próximo de quem está vivenciando a primeira graduação. Com sua linguagem típica da geração Z, aproveita suas vivências como estudante para mostrar a importância da preparação para o Enem e vestibulares.

Ver mais artigos de Gabriel Brito de Souza >

Colaborador no Aprova Total e jornalista em formação pela Unesp-Bauru, Gabriel traz um olhar mais próximo de quem está vivenciando a primeira graduação. Com sua linguagem típica da geração Z, aproveita suas vivências como estudante para mostrar a importância da preparação para o Enem e vestibulares.

Ver mais artigos de Gabriel Brito de Souza >

Compartilhe essa publicação:

Veja Também

Assine a newsletter do Aprova Total

Você receberá apenas nossos conteúdos. Não enviaremos spam nem comercializaremos os seus dados.