Medicina Vida de Estudante

Estudar para Medicina do zero é possível? Veja por onde começar

A resposta é sim! Basta contar com as estratégias corretas de acordo com a sua realidade. É preciso considerar o tempo disponível, a universidade escolhida e muito mais

Acessibilidade

A busca pela tão sonhada aprovação na universidade é um processo diferente para cada estudante. Isso porque é necessário levar em conta o curso escolhido, o tempo disponível para se dedicar aos estudos, o método que mais de adequa à rotina da pessoa, etc. Assim, pensar em como estudar para Medicina do zero pode ser uma questão importante durante a sua preparação.

"Você não é todo mundo", os nossos pais costumam dizer... De fato, essa é uma frase que vale para muitos contextos. Vamos pensar juntos: existem alunos que descobrem rápido a profissão que desejam seguir e se preparam ao longo de toda a vida escolar para o vestibular. Outros demoram mais tempo e saem do Ensino Médio sem dominar o básico de cada disciplina.

A realidade socioeconômica também não é a mesma para todas as famílias brasileiras. Enquanto alguns jovens se concentram em apenas estudar, outros precisam trabalhar para ajudar nas despesas em casa.

Ou seja, muitos aspectos estão presentes nessa busca por uma vaga na universidade. Mas por que o curso de Medicina parece ser ainda mais difícil?

Por que é difícil passar em Medicina?

Arriscamos dizer que ser aprovado no curso de Medicina é um dos desafios mais difíceis do mundo dos vestibulares - mas não é impossível. Aliás, com dedicação e estratégia correta, muitos alunos do Aprova Total já foram aprovados e realizaram esse sonho.

profissional da saúde sentada à mesa
Imagem: Freepik

Existem várias razões para essa reputação de dificuldade que envolve a carreira. Uma delas é a alta concorrência.

O número de pessoas que desejam estudar Medicina supera bastante o número de vagas disponíveis.

Por isso, com tanta gente dando o seu máximo para conquistar uma vaga, as notas de corte tendem a ser altíssimas, e a concorrência acirrada cria uma pressão adicional para os candidatos.

Quantas horas um vestibulando de Medicina precisa estudar por dia?

Essa é uma pergunta que considera algumas variáveis para ser respondida.

Por exemplo: a partir de qual método você aprende com mais facilidade? O estudo por questões funciona na sua rotina? Como tem sido sua preparação nos últimos meses? Você faz parte do grupo que vai começar a estudar para Medicina do zero? Optou por uma universidade particular ou pública?

É importante equilibrar a quantidade de estudo com a qualidade do estudo. Em média, os vestibulandos de Medicina dedicam de 6 a 8 horas de seus dias, mas isso pode variar. Aliás, estratégias inteligentes tornam possível otimizar esse tempo - diminuí-lo ou aproveitá-lo com mais eficiência. Lembre-se: você não precisa estudar três anos ou mais para passar em Medicina!

👉 Leia também:

Veja dicas para estudar por horas seguidas sem desanimar

Como melhorar a memória para estudar?

Começando a se organizar

Essa jornada vai exigir de você, principalmente, organização e disciplina. Então, antes de você conferir um passo a passo com as principais dicas, queremos abordar dois contextos: o estudo online e a decisão sobre quais conteúdos priorizar.

Como estudar em casa e online?

Muita gente que busca formas de como estudar para Medicina do zero procura por um cronograma para seguir em casa e quer a ajuda de um cursinho online, como o Aprova Total. Se esse for o seu caso, existem aspectos a se considerar:

  • Reserve um local tranquilo e organizado para estudar, longe de distrações;
  • Defina horários específicos para cada disciplina ou tarefa;
  • Estabeleça metas de curto e longo prazo para acompanhar seu progresso;
  • Explore os recursos online disponíveis, como videoaulas, mapas mentais, monitorias, web documentários, etc;
  • Crie resumos e esquemas para melhorar a absorção do conteúdo;
  • Junte-se a grupos de estudo online para discutir tópicos e compartilhar conhecimentos;
  • Faça pausas curtas e programadas para descansar, recarregar as energias e manter a concentração;
  • Desenvolva a autodisciplina para evitar distrações e use técnicas de gerenciamento de tempo.

No Aprova Total, oferecemos conteúdos aprofundados de todas as disciplinas, aulas semanais de Atualidades e Redação, banco com mais de 30 mil exercícios e professores especialistas em aprovação, para guiar você do começo ao fim dessa trajetória.

Cada pessoa tem um estilo de aprendizado único! Por isso, a chave para estudar em casa e online com sucesso é a consistência, o planejamento e o comprometimento com seu objetivo - sempre aproveitando ao máximo o que a plataforma que você utiliza oferece!

banner super med Aprova Total

Quais conteúdos priorizar ao estudar para Medicina?

Ao se preparar, é fundamental priorizar os conteúdos que têm maior relevância e peso nas provas. Mas quem vai começar a estudar para Medicina do zero precisa dar ainda mais atenção a essa escolha, pois está a alguns passos atrás de quem já vinha se preparando.

É importante observar que a ênfase dada aos assuntos de cada disciplina pode variar de acordo com a universidade. Todo ano, na plataforma do Aprova Total, os alunos conferem um material atualizado com os temas que mais aparecem nos principais processos seletivos do Brasil, como Enem, Uerj, Fuvest, Unesp, UFPR, etc.

A ordem de incidência em Biologia no Enem, por exemplo, é a seguinte:

  1. Ecologia
  2. Fisiologia humana
  3. Botânica
  4. Citologia
  5. Bioenergética

Por outro lado, como cada aluno é diferente, considere priorizar os conteúdos que você ainda está com dificuldade ou não absorveu como deveria, mesmo que não seja a sua matéria preferida de estudar.

Passo a passo de como estudar para Medicina do zero

Agora que já discutimos dois pontos importantes para a sua organização, vamos a outras orientações complementares.

Passo 1: defina suas metas

Por que você deseja cursar Medicina? Se já tem a resposta para essa pergunta, estabeleça metas claras e motivadoras para manter-se focado ao longo da jornada que vai começar.

Passo 2: faça uma pesquisa sobre as universidades

Descubra como funcionam os vestibulares das universidades que você gostaria de ingressar. Isso pode incluir a nota mínima do Enem ou outras informações específicas que constam no edital. Aqui no blog, por exemplo, temos guias completos de vários processos seletivos.

Passo 3: estabeleça um cronograma de estudo

Agora que você já sabe quais vestibulares prestar (e isso não precisa ser definitivo, ok? É normal mudar de ideia quantas vezes for necessário), elabore um cronograma de estudo realista. Ele deve incluir os temas de cada disciplina distribuídos no seu tempo de estudo de forma equilibrada.

Passo 4: aplique técnicas de estudos eficazes

Faça revisões constantes, escreva resumos, elabore mapas mentais, resolva exercícios e simulados. Como você vai começar a estudar para Medicina do zero, pode encontrar um pouco de dificuldade no início, mas entendendo o que funciona na sua rotina, a tendência é tudo ficar mais prático.

Passo 5: comece com as disciplinas mais importantes para Medicina

Comece por Biologia, Química e Física, que são fundamentais para quem busca uma aprovação em Medicina. Mas lembre-se de ficar de olho nos editais dos vestibulares que você escolheu, pois a incidência de temas pode ser diferente em cada um deles.

Passo 6: utilize os recursos de aprendizado disponíveis

Na plataforma do Aprova Total, há uma série de caminhos para otimizar sua maneira de aprender. Os simulados, como o próprio nome já diz, simulam o dia da prova e servem para que você avalie o tempo gasto para resolver as questões, o nervosismo e o que teve mais dificuldade naquele momento.

Há ainda materiais exclusivos, como web documentários que abordam temas da atualidades recorrentes nas redações. Além de melhorar o seu repertório sociocultural, essa possibilidade de absorver conhecimento vai além do convencional.

Passo 7: considere estudar por questões

Aplicar o que aprendeu e melhorar a compreensão é essencial para ter bons resultados. Porém, quem está começando do zero, deve avaliar qual tipo de conteúdo faz sentido estudar apenas por questões.

No caso da plataforma do Aprova, temos a opção de dividir os módulos por dificuldade, ou seja, para quem busca listas de exercícios mais fáceis ou mais difíceis.

Passo 8: esteja em contato com outros vestibulandos de Medicina

Junte-se a grupos de estudo para discutir tópicos e compartilhar conhecimentos, seja de maneira online ou presencial.

estudantes conversando na biblioteca
Imagem: Freepik

Isso é importante para quem vai mergulhar nesse universo pela primeira vez e ainda se vê um pouco perdido, buscando apoio ou colegas para se espelhar.

Passo 9: use seus erros para aprender

Tem algum assunto tirando o seu sono? Seja de qual disciplina for o exercício que você nunca consegue resolver, busque entender esse erro. Assista a vídeos que expliquem o motivo, questione os professores e peça ajuda para identificar por que a confusão está acontecendo.

Passo 10: crie uma rotina fixa de estudos

Seus horários para estudar são sempre pela manhã? Ou você precisa incluir umas horinhas à tarde ou à noite? Seja qual for esse tempo disponível, é ideal criar uma rotina fixa e fazer dessa preparação um hábito contínuo.

Considere ainda os momentos para cuidar da sua saúde mental, praticar atividades físicas, ter um sono de qualidade e se alimentar bem.

Cronograma para a primeira semana de estudos do zero

Se você está começando agora, esse será o seu primeiro contato com uma rotina a ser seguida por muitos meses até as aplicações das provas. Por isso, resolvemos dar um empurrãozinho motivador, com um exemplo de cronograma para adotar na primeira semana de preparação.

Você pode adaptá-lo de acordo com os seus horários e a sua disponibilidade.

Segunda-feira: introdução e organização

  • Manhã
    Leitura sobre a carreira médica e a importância da Medicina.
  • Tarde
    Pesquisa sobre universidades, processos seletivos e requisitos de admissão.

Terça-feira: técnicas de estudo

  • Manhã
    Busque dicas sobre técnicas de estudo eficazes, como resumos, mapas mentais etc.
  • Tarde
    Coloque em prática o que você aprendeu de manhã e escolha um tema para resumir ou fazer um mapa mental.

Quarta-feira: foque na Biologia básica

  • Manhã
    Introdução à Biologia e ao funcionamento das células (citologia).
  • Tarde
    Continuação dos estudos em Biologia (genética básica).

Quinta-feira: foque na Química básica

  • Manhã
    Introdução à Química e átomos.
  • Tarde
    Continuação dos estudos em Química (ligações químicas).

Sexta-feira: foque na Física básica

  • Manhã
    Introdução à Física e conceitos básicos (cinemática).
  • Tarde
    Continuação dos estudos em Física (mecânica).

Sábado: descanso e Matemática

  • Manhã
    Pratique problemas de Matemática básica (área e perímetro, equações).
  • Tarde
    Dia de descanso e lazer para recarregar as energias.

Domingo: revisão e planejamento

  • Manhã
    Revise o que você aprendeu na semana.
  • Tarde
    Planeje o cronograma da próxima semana, estabeleça metas e objetivos.

Esta é apenas uma sugestão de cronograma para quem vai começar a estudar Medicina do zero, beleza? À medida que você avança, pode aumentar a carga horária, aprofundar os tópicos, concentrar ou dividir demandas e assim por diante.

No geral, adote uma rotina consistente, faça revisões regulares, ajuste as práticas às suas necessidades e mantenha o foco!

Banner perpétua

TEMAS:

avatar
Carol Firmino

Editora no blog do Aprova Total. Jornalista e doutora em Comunicação pela Unesp, escreve de tudo um pouco, mas hoje se dedica à área da educação. Tem passagens por UOL, B9, Nova Escola e Época Negócios.

Ver mais artigos de Carol Firmino >

Editora no blog do Aprova Total. Jornalista e doutora em Comunicação pela Unesp, escreve de tudo um pouco, mas hoje se dedica à área da educação. Tem passagens por UOL, B9, Nova Escola e Época Negócios.

Ver mais artigos de Carol Firmino >

Compartilhe essa publicação:

Veja Também

Assine a newsletter do Aprova Total

Você receberá apenas nossos conteúdos. Não enviaremos spam nem comercializaremos os seus dados.