Vida de Estudante

Questões discursivas: o que são e dicas para responder

Chega de pesadelo, né? Neste post, damos algumas dicas valiosas para se dar bem nas provas específicas e garantir uma boa nota com tranquilidade

Acessibilidade

Os vestibulandos que ainda estão em busca da tão sonhada aprovação no vestibular sabem que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) não é a única oportunidade. Muitas universidades ainda mantêm seu processo seletivo próprio, que pode ser dividido em duas fases: uma com questões objetivas e outra com questões discursivas. E é sobre essas últimas que vamos falar! 🤓

O que são questões discursivas?

As questões discursivas são aquelas em que a resposta é feita por extenso e o estudante precisa discursar sobre determinado assunto. Tem quem ame, tem quem odeie, mas a realidade é que esse tipo de prova exige uma preparação especial. Não basta escrever qualquer coisa, é necessário praticar bastante e buscar estratégias para se dar bem.

O que cai em uma prova discursiva?

As provas discursivas de vestibular podem abranger uma variedade de temas e habilidades. Geralmente, elas buscam avaliar a capacidade dos candidatos de argumentar, analisar, interpretar e expressar suas ideias de forma clara e coerente.

Entre os aspectos comuns que podem ser abordados nas questões discursivas, estão:

  • Interpretação de texto

Compreensão e análise de textos diversos, como trechos de obras literárias, artigos de opinião, textos jornalísticos, gráficos, charges, entre outros, seguidos por questões que demandam reflexão e argumentação.

  • Conhecimentos específicos

Dependendo da área ou do curso que o vestibular abrange, podem ser solicitados conhecimentos específicos sobre disciplinas como Matemática, Física, Química, Biologia, História, Geografia, entre outras.

  • Atualidades

Questões que abordam temas contemporâneos, como acontecimentos políticos, sociais, culturais, ambientais, tecnológicos e econômicos.

  • Análise de obras literárias

Em vestibulares de algumas instituições ou cursos de Humanidades, é comum encontrar questões sobre análises de obras literárias específicas, que olham para o enredo, os personagens, o contexto histórico, o estilo do autor e mais.

Como responder às questões discursivas no vestibular?

É importante que o candidato se prepare para argumentar, utilizar referências e exemplos pertinentes, estruturar seu texto de forma organizada e coerente, respeitando a gramática e a ortografia.

Estudar os conteúdos exigidos pelo vestibular que você vai fazer, praticar a escrita e se manter informado sobre atualidades são estratégias importantes para se sair bem. Reunimos dicas que vão ajudar a aumentar sua afinidade com as questões discursivas:

1. Leia muito e pratique a escrita

Essa é a sugestão mais básica para qualquer estudante que queira ser aprovado no vestibular.

Parte do seu tempo de estudo diário tem que ser dedicado a leituras de qualidade, ou seja, textos bem escritos que apresentem boa argumentação. Isso ajuda a construir pensamento crítico e a desenvolver boas noções de construção de texto.

Por isso, enquanto estiver praticando, tente ler temas que ajudem você a discursar sobre o que está sendo pedido e estruturar sua resposta. Quanto mais você lê, mais eficiente e com referências fica a comunicação.

2. Estude o edital e o sistema de pontuação

Antes de fazer a prova, é necessário ler o edital para não ser pego desprevenido nas questões. Cada vestibular é estruturado de um jeito diferente, por isso, quanto mais informações você tiver sobre ele, melhor vai se sair.

Exemplo: a prova da segunda fase da Fuvest tem uma parte comum e outra específica. A comum, que todos os estudantes fazem, é de Língua Portuguesa e Redação. Já a específica varia de acordo com o curso. Então, digamos que você vai prestar alguma Engenharia. A distribuição seria assim:

  • Dia 1: 10 questões de Português e 1 Redação
  • Dia 2: 3 questões de Física, 3 de Química e 3 de Matemática

Neste caso, você terá que treinar as respostas discursivas apenas para Língua Portuguesa e as matérias específicas do seu curso, o que já dá uma boa noção de distribuição do tempo de estudo.

3. Use exemplos e referências

Apresente exemplos relevantes e, quando possível, faça referências a teorias, obras, autores ou eventos que possam enriquecer seu argumento e demonstrar seu repertório sobre o tema. Manter-se informado sobre acontecimentos atuais, debates e discussões relevantes é útil nesses casos e vai ajudar a embasar muitos argumentos.

4. Tenha atenção com enunciado das questões discursivas

Qualquer questão dissertativa requer o máximo de atenção na leitura do enunciado. Ele contém todas as informações para resolver a questão. 

Se quiser tornar a leitura mais produtiva, comece a:

  • grifar as palavras-chave do enunciado;
  • separar e organizar os dados que serão necessários para o raciocínio (isso é bem útil nas questões de exatas);
  • sublinhar e destacar a pergunta principal do enunciado, ou seja, aquela que será o objetivo da resposta (da qual você não pode se esquecer).

👉 Leia também:

Tipologia textual: tudo sobre os tipos de texto

Leitura de imagens: passo a passo para aprender a interpretar

Dicas para melhorar a interpretação de texto no vestibular

5. Participe de simulados

Realize simulados com questões discursivas semelhantes às do vestibular que você vai prestar. Isso permitirá que se acostume ao tempo de resposta, treine a aplicação dos seus conhecimentos e se familiarize com o formato da prova.

6. Categorize as questões discursivas antes de começar

Essa dica é uma velha conhecida: faça aquela leitura dinâmica da prova inteira e, antes de tudo, marque as questões fáceis, médias e difíceis, respondendo-as também nessa ordem!

A estratégia aqui é garantir o máximo de pontos e, de quebra, preservar o seu psicológico. Começar pelas questões difíceis pode fazer você perder muito tempo já no começo, provocando tensão e estresse se tiver dificuldades.

7. Faça resumos e sínteses

Pratique a habilidade de resumir informações de maneira concisa e clara. Isso ajudará a organizar suas ideias e a desenvolver a capacidade de destacar pontos-chave nos textos que ler.

8. Organize bem a resolução antes de passar a limpo

Chegou a hora de atenção máxima! Leia e releia a resposta para garantir que ela atende ao que a questão pediu. Nesse momento, tente seguir este passo a passo:

  • a resolução realmente responde à pergunta central da questão?
  • o corretor vai conseguir entender a minha linha de raciocínio?
  • em caso de questões de exatas: os cálculos estão claros e com a quantidade suficiente de detalhes para que o corretor veja que eu pensei da forma correta?

Pode parecer exagero, mas ter esse cuidado faz diferença na hora da nota, pois, mesmo que a sua resposta final não esteja 100% correta, o avaliador pode considerar o restante da sua linha de raciocínio (e dos cálculos, se for o caso).

9. Aprenda a gerenciar o seu tempo

Pratique responder às questões discursivas dentro do tempo estipulado. A prática de gerenciar o tempo durante a escrita é fundamental para garantir que você consiga desenvolver suas ideias dentro dos limites do exame.

10. Busque feedback

Peça a professores e colegas para avaliarem suas respostas de questões discursivas. Esse tipo de retorno contribui para identificar pontos de melhoria e aprimorar suas habilidades de escrita e argumentação.

O que evitar nas questões discursivas?

Agora que você já entendeu como se preparar em vestibulares com questões discursivas, confira dicas do que não fazer:

  • Não deixe as respostas incompletas

Nas questões discursivas, a vantagem é a chance de receber um “meio certo”. Por isso, todas as informações que você der acabam contando para a nota. Além disso, evite escrever resoluções com pouco raciocínio, poucos cálculos e que tornem a compreensão difícil.

  • Evite a prolixidade

A escrita simples, fluida e objetiva é, muitas vezes, a melhor saída em qualquer situação. Por isso, evite respostas muito prolixas, que não chegam a lugar nenhum.

  • Tenha cuidado com respostas objetivas demais

Por outro lado, uma resolução objetiva demais, que apenas entrega a resposta sem mostrar como chegou até ali, também não é desejável. A resposta deve funcionar como um texto curto e claro, mas que possa ser compreendido em sua totalidade pelo corretor.

banner

TEMAS:

avatar
Ana Lourenço

Jornalista colaboradora do Aprova Total. Trabalha na área de educação há 10 anos e hoje coordena equipes editoriais da área de Linguagens na educação básica. Como repórter, passou por Editora Abril, Quero Bolsa, SOMOS Educação, Instituto FHC, entre outros.

Ver mais artigos de Ana Lourenço >

Jornalista colaboradora do Aprova Total. Trabalha na área de educação há 10 anos e hoje coordena equipes editoriais da área de Linguagens na educação básica. Como repórter, passou por Editora Abril, Quero Bolsa, SOMOS Educação, Instituto FHC, entre outros.

Ver mais artigos de Ana Lourenço >

Compartilhe essa publicação:

Veja Também

Assine a newsletter do Aprova Total

Você receberá apenas nossos conteúdos. Não enviaremos spam nem comercializaremos os seus dados.