Cursos e Profissões

Odontologia: tudo o que você precisa saber sobre a graduação e a carreira

Anatomia, fisiologia e bioquímica são algumas das disciplinas gerais, enquanto periodontia e endodontia estão entre as específicas. A área tem crescido nos últimos anos, impulsionada pelos avanços tecnológicos e pela preocupação com a saúde bucal e com questões estéticas

Acessibilidade

A Odontologia é uma atividade multifacetada que combina conhecimentos científicos, habilidades clínicas e um toque estético. O curso é desafiador e exige dedicação, tanto acadêmica quanto prática.

Neste post, confira como é o curso, as áreas de atuação do cirurgião-dentista e dicas sobre a carreira para fazer a sua escolha profissional de forma consciente!

O que você precisa saber sobre o curso de Odontologia

A faculdade de Odontologia é uma graduação de nível superior que prepara os estudantes para se tornarem dentistas.

Durante o curso, os alunos aprendem sobre a anatomia da boca e dos dentes, técnicas de tratamento e prevenção de doenças bucais, além de habilidades de diagnóstico e gerenciamento de casos clínicos.

O curso geralmente dura cerca de cinco anos e inclui aulas teóricas e práticas. As aulas teóricas abrangem tópicos como biologia, química, fisiologia e patologia, enquanto as aulas práticas ensinam habilidades específicas, como restauração e extração de dentes.

Após a graduação, é possível realizar especializações em diversas áreas, como ortodontia, periodontia, endodontia, odontopediatria, estética, implantodontia, entre outras. Ou seja, há diferentes caminhos a serem seguidos dentro da profissão.

Banner Treino de Elite

Dicas e sugestões para quem pensa em cursar Odontologia

Antes de iniciar o curso, existem algumas maneiras de aumentar sua compreensão sobre a Odontologia.

Busque oportunidades de observação em clínicas odontológicas, converse com profissionais da área, pesquise e leia materiais acadêmicos sobre o curso. Essas experiências ajudam a desenvolver uma visão mais realista sobre a graduação e a profissão antes de ingressar na faculdade.

Para se preparar para o curso, é recomendado ter uma base sólida em Ciências da Natureza, como Biologia e Química. Além disso, desenvolver habilidades de estudo e organização é essencial para lidar com o currículo desafiador.

É importante também cultivar habilidades de comunicação e empatia, pois os dentistas interagem com os pacientes diariamente.

Como são, em geral, os alunos do curso de Odontologia?

Geralmente, os estudantes que escolhem essa carreira são pessoas que têm interesse pela área da saúde e gostam de trabalhar diretamente com pacientes. Alunos de Odontologia costumam ser pessoas detalhistas, que valorizam a precisão, já que a profissão envolve procedimentos delicados e minuciosos. 

Também é importante ter habilidades manuais e de coordenação motora fina ou a intenção de desenvolvê-las. Essas habilidades são fundamentais para realizar procedimentos odontológicos precisos, como restaurações dentárias e manipulação de instrumentos delicados na boca de pacientes.

Os estudantes passam por treinamentos específicos para aprimorar sua destreza manual, como exercícios práticos em laboratórios, garantindo que possam realizar os procedimentos com precisão e segurança.

Como saber se tenho o perfil para ser dentista?

Para cursar Odontologia, é importante que o aluno tenha aptidão e interesse pela área da saúde, bem como disposição para dedicar-se a um curso de graduação em período integral e que exige bastante estudo e prática.

Algumas características, habilidades e conhecimentos podem ser úteis para quem deseja cursar Odontologia e incluem:

  • gostar de lidar com pessoas;
  • meticulosidade e atenção aos detalhes;
  • boa base em ciência;
  • interesse no corpo humano;
  • saber relacionar eventos e fenômenos;
  • habilidade de comunicação.

Lembre-se de que esses são apenas alguns aspectos a serem considerados e que cada pessoa é única. Se você tiver interesse pela Odontologia e estiver disposto a adquirir as habilidades necessárias, isso pode ser um bom indicativo de que você tem o perfil para cursar Odontologia.

Estudantes de odontologia durante aula prática
Além das aulas teóricas, os estudantes do curso de Odontologia realizam atividades práticas (Imagem: Adobe Stock)

Como é a graduação de Odontologia na prática

O curso de Odontologia envolve uma combinação de aulas teóricas e atividades clínicas e laboratoriais.

Durante as aulas teóricas, os alunos estudam disciplinas como fisiologia, histologia, microbiologia, farmacologia, bioquímica e patologia, que são fundamentais para a compreensão do funcionamento do corpo humano e dos processos que envolvem os problemas dentários e suas soluções.

Os alunos também têm aulas práticas em laboratórios e clínicas, onde aprendem a manusear instrumentos e equipamentos, bem como a realizar procedimentos como moldagem e confecção de próteses dentárias.

A partir do terceiro ou quarto ano de curso, os estudantes começam a atender pacientes sob a supervisão de professores e dentistas experientes. Eles aprendem a fazer avaliações, diagnósticos, planejamentos de tratamento e a realizar procedimentos como restaurações, extrações, limpezas e tratamentos de canal.

Para a formação na faculdade de Odontologia, a prática clínica é fundamental para que os alunos adquiram habilidades e confiança para atuar como dentistas. Conheça mais sobre a grade curricular do curso a seguir.

Matérias e disciplinas do curso de Odontologia

As disciplinas básicas da Odontologia são aquelas que fornecem aos alunos uma compreensão sólida da ciência e dos princípios que fundamentam a prática. Algumas das principais disciplinas básicas incluem:

  • Anatomia: estudo da estrutura e das relações entre os diferentes tecidos e órgãos do corpo humano.
  • Fisiologia: estudo das funções e processos biológicos que ocorrem nos organismos vivos, incluindo os relacionados à saúde bucal.
  • Bioquímica: estudo das substâncias químicas e processos bioquímicos que ocorrem no corpo humano.
  • Microbiologia: estudo dos microrganismos, incluindo bactérias, vírus e fungos, que podem causar doenças na cavidade oral.
  • Imunologia: estudo do sistema imunológico e das suas funções de proteção e defesa do organismo contra agentes infecciosos.
  • Patologia: estudo das doenças, suas causas e efeitos no organismo.
  • Farmacologia: estudo das substâncias químicas que afetam o organismo e o tratamento das doenças, incluindo a administração de medicamentos utilizados na prática odontológica.

Já as disciplinas específicas da Odontologia são essenciais para que os alunos possam compreender as particularidades de cada área e oferecer um tratamento especializado e de qualidade aos pacientes. São alguns exemplos:

  • Odontologia preventiva: estudo e aplicação de medidas para prevenir a ocorrência de doenças bucais.
  • Periodontia: estudo e tratamento das doenças que afetam os tecidos de suporte dos dentes, como gengiva.
  • Endodontia: estudo e tratamento de inflamações e infecções que atingem a saúde bucal.
  • Odontologia social: conhecimentos de saúde coletiva, orientação legal, profissional e ética.

Outras atividades que integram o curso de Odontologia

As atividades práticas do curso de Odontologia são fundamentais para que os alunos possam desenvolver habilidades técnicas e clínicas necessárias para o exercício da profissão.

Além do estágio curricular obrigatório, há outras atividades como:

  • Laboratórios de prótese: destinados à confecção de próteses dentárias, onde os alunos aprendem técnicas de moldagem, enceramento e ajustes.
  • Laboratórios de anatomia: locais onde os estudantes podem dissecar e estudar cadáveres humanos para compreender a estrutura e as relações entre tecidos e órgãos do corpo humano.
  • Aulas práticas de radiologia: para produção e interpretação de imagens radiográficas para o diagnóstico e planejamento dos tratamentos.

Alguns cursos também oferecem laboratórios de patologia bucal, dentística, endodontia, periodontia e ortodontia.

Odontologia tem TCC?

Segundo as Diretrizes Curriculares do Curso de Odontologia, para a conclusão da graduação, é necessário que o estudante elabore e apresente, sob orientação docente, um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Ele pode ser um artigo científico, monografia, portfólio ou projeto de intervenção, conforme o projeto pedagógico de cada instituição de ensino.

É preciso fazer estágio para se formar em Odontologia?

Ainda de acordo com as Diretrizes Curriculares Nacionais do curso de graduação em Odontologia, a formação do cirurgião-dentista inclui o estágio curricular obrigatório, que pode ser desenvolvido em ambientes internos ou externos às Instituições de Educação Superior.

Durante o estágio, os alunos têm a oportunidade de vivenciar a rotina profissional e colocar em prática os conhecimentos teóricos e habilidades adquiridas durante o curso em prevenção, diagnóstico e tratamento de problemas bucais.

Além disso, o estágio permite que os alunos tenham contato com diferentes situações e pacientes, ampliando sua experiência e habilidades na prática clínica. O estágio em Odontologia pode ser realizado em instituições como:

  • clínicas odontológicas;
  • hospitais e unidades de saúde;
  • universidades equipadas com clínicas odontológicas.

Independentemente do local escolhido, o estágio deve ser supervisionado por um cirurgião-dentista responsável, para garantir a qualidade e segurança da experiência de estágio.

O que um bom curso de Odontologia deve ter?

Um bom curso de Odontologia deve oferecer uma formação teórica e prática completa, que prepare o aluno para atuar de forma segura e eficiente na profissão.

Alguns dos principais elementos que um bom curso de Odontologia deve oferecer incluem corpo docente qualificado, infraestrutura adequada, currículo completo e atualizado de acordo com as Diretrizes Nacionais do Ministério da Educação, e vivências clínicas práticas.

👉 Leia também: Ranking elege as 10 melhores universidades brasileiras

Como é o mercado de trabalho na área de Odontologia?

O mercado de Odontologia tem crescido nos últimos anos, com mais pessoas preocupadas com a saúde bucal e questões estéticas. O Brasil ocupa um dos primeiros lugares no mundo em procedimentos odontológicos realizados por ano.

Quais as principais áreas de atuação do dentista?

O mercado de trabalho para o profissional formado em Odontologia é bastante amplo e diversificado, com possibilidade de atuação em diferentes áreas e modalidades de trabalho. Algumas das principais áreas em que um dentista pode atuar incluem:

  • Dentística restauradora: restaurar a forma e a função dos dentes e fazer reparos estéticos.
  • Endodontia: realizar tratamentos de canal (remoção da polpa do dente)
  • Implantodontia: realizar cirurgias e confeccionar próteses.
  • Odontologia para grupos específicos: atuar com foco em crianças, idosos, pacientes com necessidades especiais, funcionários de uma empresa, etc.
  • Periodontia: cuidar das gengivas e dos ossos que dão sustentação aos dentes.
  • Prótese dentária: projetar e confeccionar próteses de dentes.
  • Radiologia: realizar diagnóstico por meio de imagens de raios X e tomografia.
  • Traumatologia e cirurgia: diagnosticar traumatismos e lesões na boca, na face e nos órgãos que envolvem o sistema de mastigação e realizar cirurgias, implantes e transplantes.

Em relação ao ambiente ou setor de trabalho, os mais comuns são:

  • Clínica odontológica: o profissional pode abrir sua própria clínica ou trabalhar em clínicas particulares.
  • Setor público: o profissional pode atuar em unidades de saúde pública, hospitais, postos de saúde e outras instituições governamentais.
  • Instituições de ensino: com a pós-graduação, o profissional pode lecionar em universidades e instituições de ensino técnico, ministrando disciplinas teóricas e práticas para estudantes de Odontologia.
  • Pesquisa: o profissional pode desenvolver estudos e pesquisas em instituições de ensino ou indústrias, com o objetivo de descobrir novas técnicas e tecnologias. Por exemplo, estudando patologias ou realizando testes de substâncias como cremes dentais, clareadores, etc.
  • Perícia odontológica: o profissional pode atuar como perito em processos judiciais e investigações policiais, realizando análises e laudos técnicos relacionados à odontologia.

Setores mais aquecidos em Odontologia

Alguns dos setores mais aquecidos ou em alta para os profissionais de Odontologia atualmente incluem:

  • Ortodontia: correção de problemas de alinhamento dos dentes e da mordida é uma das principais demandas dos pacientes em clínicas odontológicas, o que faz com que a ortodontia seja uma das áreas mais aquecidas da odontologia.

  • Odontopediatria: a saúde bucal das crianças tem sido uma preocupação cada vez maior entre os pais e responsáveis, o que tem impulsionado a demanda por profissionais especializados na área.

A área de Odontologia é muito buscada?

A área de Odontologia é muito buscada por oferecer diversas possibilidades de especialização, o que permite que o profissional possa se dedicar a uma área específica. Além disso, é uma profissão muito valorizada e respeitada na sociedade, como outros cursos de saúde que envolvem o atendimento a pacientes.

De acordo com o levantamento da companhia irlandesa Research and Markets, a alta no mercado odontológico mundial se deve à procura por cuidados de higiene bucal, aos avanços tecnológicos recentes e à busca por procedimentos estéticos dentários.

Já os estudantes buscam o curso de Odontologia devido ao interesse pela área de saúde e a constante demanda profissional, bem como a variedade de especialidades e a possibilidade de empreender no mercado de trabalho.

Você sabia que o Brasil possui o maior número de dentistas do mundo? Em 2023, eram mais de 395 mil profissionais, de acordo com o Conselho Federal de Odontologia (CFO).

Segundo o mesmo órgão, o números de profissionais cresceu cerca de 42% entre 2010 e 2018. Mas apesar do grande número, a procura pelos tratamentos odontológicos tem aumentado no país, o que abre mais oportunidades de atuação clínica para os dentistas, principalmente os recém-formados.

Quais as principais mudanças na área de Odontologia?

A área de Odontologia tem passado por diversas mudanças e avanços tecnológicos nos últimos anos, o que tem permitido a melhoria dos tratamentos e a oferta de novas soluções para os pacientes.

Algumas das principais mudanças e novidades na área de Odontologia incluem:

  • Tratamentos minimamente invasivos: novas técnicas e materiais têm permitido a realização de tratamentos odontológicos menos invasivos, preservando a estrutura natural dos dentes e reduzindo a necessidade de extrações ou implantes.

  • Abordagem multidisciplinar: a Odontologia tem se aproximado cada vez mais de outras áreas da saúde, como a medicina e a fisioterapia, em uma abordagem multidisciplinar, como no tratamento de pacientes com fissuras labiopalatinas.

  • Odontologia estética: a busca por procedimentos estéticos tem crescido significativamente nos últimos anos, o que impulsiona o desenvolvimento de novas técnicas e materiais para a correção de problemas estéticos nos dentes e na boca. Por exemplo, lentes de contato dentais ou preenchimento gengival.

Quanto ganha um dentista?

O salário de um profissional de Odontologia pode variar dependendo do local de atuação, do tipo de emprego (público ou privado), da especialização, da experiência e do porte da clínica ou consultório.

De acordo com a Lei nº 3.999/61, que define o salário-mínimo dos médicos e cirurgiões dentistas, a remuneração base desses profissionais deve ser correspondente a 3 salários-mínimos para carga horária semanal de 20 horas. O projeto de lei (PL 1365/2022) que tramita no Senado Federal propõe o valor de R$ 10.991,19 para a jornada de trabalho de 20 horas semanais.

De acordo com o site Vagas.com.br, a média salarial para cirurgião dentista no Brasil é de R$ 4.211,00. O site glassdoor aponta R$ 2.045 mensais.

Equipe de dentista no consultório odontológico discutindo sobre os exames dos pacientes
A Odontologia tem se aproximado cada vez mais de outras áreas da saúde, como a Medicina e a Fonoaudiologia, buscando contemplar uma abordagem multidisciplinar (Imagem: Adobe Stock)

Tire as suas principais dúvidas sobre o curso de Odontologia

A área da Odontologia é fascinante e repleta de oportunidades, e é natural ter perguntas antes de tomar uma decisão tão importante como fazer uma graduação. Por isso, o Aprova Total reuniu algumas questões que podem surgir antes de cursar a faculdade de Odontologia!

Qual a duração do curso de Odontologia?

A duração do curso de Odontologia no Brasil é, em média, de 5 anos, em período integral.

Esse tempo pode variar de acordo com a instituição de ensino e a carga horária do curso, chegando a até 6 anos em alguns casos. 

Qual a titulação do curso de Odontologia?

Ao concluir o curso de Odontologia, o estudante recebe o diploma de graduação em Odontologia. Em seguida, deve se inscrever no Conselho Regional de Odontologia (CRO) de sua região a fim de receber o título de cirurgião-dentista, que garante que os profissionais da área estejam aptos para exercer a profissão.

Quais instituições oferecem o curso de Odontologia?

Cerca de 300 instituições de ensino superior, em todo o país, oferecem o curso de Odontologia. A lista completa pode ser acessada no Cadastro Nacional de Cursos e Instituições de Educação Superior do Ministério da Educação (MEC).

O caminho é a aba "consulta avançada" e buscar por "curso de graduação". No campo "curso", digite o nome do curso e, em "situação", coloque "em atividade". Você também pode selecionar outros filtros, como modalidade ou UF. Por fim, digite o código de verificação e clique em "pesquisar".

Qual o valor do curso de Odontologia nas universidades privadas?

O valor do curso de Odontologia em universidades privadas pode variar bastante de acordo com a instituição de ensino e a região do país. Em média, o valor das mensalidades pode variar de R$2.000 a R$5.000, dependendo do local onde a universidade está localizada e da qualidade do curso oferecido.

Na Faculdade Anhanguera, por exemplo, o valor do curso de Odontologia é a partir de R$1.199,06, a depender da localidade.

Qual a nota de corte do Enem para o curso de Odontologia

No Sistema de Seleção Unificada (SiSU), a nota de corte no Enem para conseguir uma vaga no curso de Odontologia pode variar conforme a instituição escolhida. As notas de corte no SiSU sofrem variações a cada ano, devido à concorrência e ao desempenho dos candidatos.

Confira as maiores notas de corte na categoria de ampla concorrência do SiSU 2024/1 para Odontologia:

InstituiçãoUFNota de corte
UFAM - Universidade Federal do AmazonasAM878,09
UFPB - Universidade Federal da ParaíbaPB820,62
UFRJ - Universidade Federal do Rio de JaneiroRJ803,18
UEPB - Universidade Estadual da ParaíbaPB802,75
UERN - Universidade do Estado do Rio Grande do NorteRN797,65

Veja também as menores notas de corte na categoria de ampla concorrência do SiSU 2024/1 para Odontologia:

InstituiçãoUFNota de corte
UESPI - Universidade Estadual do PiauíPI726,82
UEFS - Universidade Estadual de Feira de SantanaBA724,85
UFVJM - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e MucuriMG714,36
UFRGS - Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Integral)RS714,07
UFRGS - Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Noturno)RS703,82

Como é a concorrência para o curso de Odontologia nos vestibulares?

A concorrência para o curso de Odontologia, ou seja, o número de candidatos que disputam cada vaga, varia de acordo com a instituição de ensino, o tipo de vaga (ampla concorrência ou ação afirmativa) e o ano ou edição do processo seletivo.

Confira a concorrência geral em algumas universidades para o ingresso no ano de 2024 em Odontologia:

InstituiçãoUFCandidato/Vaga
Unicamp - Universidade Estadual de Campinas (Campinas)SP22
USP - Universidade de São Paulo (São Paulo)SP9,6
Unesp - Universidade Estadual Paulista (Araçatuba)SP9,3

👉 Leia também:

Mapa dos processos seletivos: a ferramenta interativa do Aprova

Confira o calendário dos principais vestibulares

Como passar no Enem e Vestibular no curso de Odontologia?

Passar no Enem e vestibular para o curso de Odontologia requer uma preparação estratégica. Algumas dicas básicas são conhecer o conteúdo que é pedido na prova, fazer um planejamento de estudos e praticar com provas anteriores.

Além disso, mantenha-se por dentro das atualidades, pratique a redação regularmente, organize revisões e faça simulados.

Outra dica é familiarizar-se com as disciplinas que serão cobradas no exame, como Biologia, Química e Física. Estude os tópicos-chave e revise conceitos importantes. Essas disciplinas costumam ter peso extra na hora de escolher o curso com a nota obtida no Enem.

Além dessas orientações de estudos, considere fazer cursos preparatórios e seja persistente. Com dedicação e uma abordagem focada, você estará mais preparado para alcançar sucesso nos vestibulares e conquistar uma vaga no curso de Odontologia.

Conclusão

A Odontologia é uma carreira multifacetada que combina conhecimentos científicos e habilidades práticas. O curso prepara os estudantes para se tornarem dentistas, abrangendo disciplinas teóricas como química e fisiologia, além do atendimento clínico. 

O mercado de trabalho para dentistas é amplo, com possibilidades de atuação em clínicas, setor público, instituições de ensino, pesquisa e perícia odontológica, sendo as áreas de odontologia estética, ortodontia e odontopediatria bastante procuradas.

Se você está em busca de uma profissão reconhecida no Brasil, gosta da área da saúde e do contato com o público, considere se tornar um profissional da Odontologia.

Prepare-se para o Enem e vestibulares com a ajuda do Aprova Total, uma plataforma completa com professores especializados, materiais de estudo, simulados e muito mais!

Banner

TEMAS:

avatar
Érica Travain

Jornalista e colaboradora do Aprova Total, com 10 anos de experiência na redação de textos para revistas, sites e blogs sobre educação, saúde, comportamento e tecnologia.

Ver mais artigos de Érica Travain >

Jornalista e colaboradora do Aprova Total, com 10 anos de experiência na redação de textos para revistas, sites e blogs sobre educação, saúde, comportamento e tecnologia.

Ver mais artigos de Érica Travain >

Compartilhe essa publicação:

Veja Também

Assine a newsletter do Aprova Total

Você receberá apenas nossos conteúdos. Não enviaremos spam nem comercializaremos os seus dados.