Cursos e Profissões

Descubra a graduação e a carreira em Ciências Biológicas

Com conteúdos de biologia celular e molecular, evolução e ecologia, entre outros, o curso tem foco no estudo das diferentes formas de vida. Com essa formação, o biólogo pode atuar em diversos setores, como educação, meio ambiente, saúde e biotecnologia

Acessibilidade

As Ciências Biológicas (ou Biologia) é uma das áreas de conhecimento mais fascinantes e importantes, ao buscar compreender a vida em suas mais diversas formas e níveis de organização

O curso de Ciências Biológicas prepara profissionais para atuarem em áreas como meio ambiente, saúde e biotecnologia, seja na pesquisa científica, na docência ou em outros setores. 

Neste artigo, vamos explorar em detalhes o curso de Ciências Biológicas, abordando as disciplinas básicas e específicas do curso, perfil dos alunos, o mercado de trabalho e as áreas de atuação profissional.

Continue a leitura e saiba se seu perfil está alinhado às características do curso e da carreira para fazer uma escolha profissional consciente!

O que você precisa saber sobre o curso de Ciências Biológicas

O curso de Ciências Biológicas, também conhecido como Biologia em algumas instituições de ensino, é oferecido em duas modalidades: bacharelado e licenciatura, com duração média de 4 a 5 anos.

Enquanto a licenciatura tem o objetivo de formar professores para atuarem nos ensinoa fundamental e médio, o bacharelado tem foco na formação de profissionais para trabalharem com pesquisa científica, em órgãos públicos ou empresas, consultoria e outras atividades relacionadas à Biologia.

Banner Treino de Elite

Dicas e sugestões para quem pensa em cursar Ciências Biológicas

Se você considera o curso de Ciências Biológicas uma possibilidade de carreira, é importante levar em conta:

  1. Antes de ingressar no curso, é recomendável fazer uma revisão dos principais conceitos de Biologia abordados no ensino médio.
  2. A Biologia é uma área que exige muita leitura e compreensão de textos complexos. Por isso, é importante desenvolver habilidades de estudo, como fazer resumos, esquemas e mapas mentais, além de dedicar um tempo diário para revisar e fixar os conteúdos.
  3. A Biologia é uma ciência e está em constante evolução, com novas descobertas e tecnologias surgindo a cada dia. Por isso, você deverá se manter atualizado sobre as últimas tendências e descobertas na área.

Seguindo essas dicas e sugestões, é possível se preparar melhor para o curso de Biologia e obter um melhor aproveitamento durante a graduação.

Como são, em geral, os alunos do curso de Ciências Biológicas?

O perfil dos alunos que escolhem cursar licenciatura ou bacharelado em Biologia é bastante diversificado, mas em geral, eles possuem algumas características em comum, como:

  • curiosidade e interesse pela ciência;
  • gosto por aulas práticas, trabalhos ao ar livre e contato com a natureza;
  • sensibilidade para questões ambientais;
  • espírito aventureiro;
  • capacidade de observação;
  • preocupação social;
  • vontade de ser professor (para quem optar pela licenciatura)

Agora que você já sabe qual o perfil dos alunos que fazem Biologia, vamos entender como você pode analisar se tem essas características!

Como saber se tenho o perfil para cursar Biologia?

A Biologia é uma ciência que desperta a curiosidade sobre a vida e a natureza. Se você é um aluno de ensino médio ou de cursinho e pretende prestar vestibular para Ciências Biológicas, é importante analisar os questionamentos a seguir para entender se seu perfil está em sintonia com o curso:

  1. Você é curioso e gosta de explorar o mundo ao seu redor?
  2. Tem interesse pela ciência e áreas relacionadas, como genética, ecologia, anatomia, entre outras?
  3. Gosta de realizar experimentos em laboratórios?
  4. Considera relevantes as questões ambientais?
  5. Gosta de estudar sobre proteção do meio ambiente?
  6. Tem vontade de ministrar aulas sobre biologia, ciência e áreas correlatas?

Conseguiu analisar seu perfil a partir dessas perguntas? Se você se viu em algumas dessas situações, você pode ter afinidade com a área!

Estudante de biologia realizando análise de composto biológicos
A Biologia é uma ciência em constante evolução, com novas descobertas surgindo a cada dia (Imagem: Adobe Stock)

Como é a graduação de Ciências Biológicas na prática?

O curso de Biologia é composto por aulas teóricas e práticas que abrangem quatro áreas principais: Ciências da Saúde, Ciências Biológicas, Química Geral e Química Orgânica.

Ao longo do curso, os alunos adquirem conhecimentos sobre fauna, flora, microorganismos, bem como aprofundam em disciplinas específicas, como biologia molecular, bioquímica e genética. 

Também são trabalhados conteúdos de Química, Física e Saúde, com o objetivo de atender às demandas do ensino fundamental e médio para quem for seguir a licenciatura. 

Além disso, na licenciatura também há disciplinas para formação pedagógica, as quais contemplam uma visão geral da educação e dos processos formativos dos educandos, com ênfase na instrumentação para o ensino de Ciências no nível fundamental e para o ensino da Biologia no nível médio. 

Matérias e disciplinas do curso de Ciências Biológicas

Segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Ciências Biológicas do Ministério da Educação (MEC), os conteúdos básicos deverão englobar conhecimentos biológicos e das áreas das ciências exatas, da terra e humanas, tendo a evolução como eixo integrador.

Os seguintes conteúdos são considerados básicos:

  • Biologia celular, molecular e evolução (estrutura molecular e celular; mecanismos de transmissão da informação genética, em nível molecular, celular e evolutivo)
  • Diversidade biológica dos seres vivos (classificação, organização, fisiologia, etc e estratégias adaptativas dos seres vivos).
  • Ecologia (relações entre os seres vivos e deles com o ambiente)
  • Fundamentos das Ciências Exatas e da Terra (conhecimentos matemáticos, físicos, químicos, estatísticos, geológicos e outros fundamentais para o entendimento dos processos e padrões biológicos)
  • Fundamentos filosóficos e sociais (reflexão e discussão dos aspectos éticos e legais relacionados ao exercício profissional, com base nos conhecimentos de História, Filosofia, Metodologia da Ciência, Sociologia e Antropologia)

Vale lembrar que a grade curricular do curso pode sofrer alterações conforme a instituição de ensino. Confira alguns exemplos de disciplinas básicas:

  • Biologia celular
  • Química geral
  • Química orgânica
  • Matemática aplicada às Ciências Biológicas
  • Protozoários heterotróficos
  • Organização dos seres vivos 
  • Geologia ambiental 
  • Física aplicada à biologia
  • Zoologia
  • Estatística aplicada à biologia
  • Embriologia e histologia 
  • Imunologia 
  • Morfologia e anatomia vegetal 
  • Genética geral e humana 
  • Microbiologia
  • Paleontologia

Disciplinas específicas para a formação pedagógica (licenciatura):

  • Psicologia da educação
  • Políticas públicas e gestão educacional
  • Didática
  • Estágios supervisionados
  • Metodologia de ensino
  • Libras

Outras atividades que integram o curso de Ciências Biológicas

Além das aulas teóricas e práticas, a realização de atividades complementares é essencial para uma formação de qualidade. Atividades como:

  • monitoria (atividades em que o aluno ajuda o professor no aula ou em outras práticas didáticas);
  • iniciação científica (desenvolvimento de pesquisa sob a supervisão de um professor);
  • apresentação de trabalhos em congressos e seminários
  • iniciação à docência;
  • cursos e atividades de extensão (prestação de serviços na área do curso para a comunidade).

Essas atividades são estratégias didáticas que garantem a interação teórico-prática.

Ciências Biológicas tem TCC?

A realização de um trabalho de conclusão de curso (TCC) não é obrigatória (depende da instituição de ensino), porém é recomendada.

É preciso fazer estágio para se formar em licenciatura em Ciências Biológicas?

Sim, é necessário. O estágio supervisionado é componente curricular obrigatório.

O que um bom curso de Ciências Biológicas deve ter?

Um bom curso de Biologia deve fornecer uma base sólida em conhecimentos teóricos e práticos e promover a integração desses saberes. Para isso, deve contar com um corpo docente formado majoritariamente por mestres e doutores e organizar visitas didáticas a parques, áreas de preservação ambiental, praias e outros ambientes naturais.

Além disso, é importante que o curso proporcione aos alunos a oportunidade de participar de atividades complementares, como monitorias, iniciação científica (em que os alunos integram um projeto de pesquisa com a supervisão do professor), apresentação de trabalhos em congressos e seminários, iniciação à docência e atividades de extensão (projetos voltados à comunidade).

Outro ponto fundamental é a existência de laboratórios bem equipados e diversificados, para atividades relacionadas à fisiologia, biologia celular animal e vegetal, anatomia e genética, entre outras. Um museu de zoologia e um herbário para o estudo das plantas, assim como uma biblioteca, também são recomendados.

👉 Leia também: Ranking elege as 10 melhores universidades brasileiras

Como é o mercado de trabalho na área de Ciências Biológicas?

Com um mercado de trabalho amplo e diversificado, tanto para licenciados quanto para bacharéis, os profissionais desta área podem atuar em diversos setores, desde a educação até a indústria farmacêutica, passando pela área ambiental. 

Quais as principais áreas de atuação do biólogo?

Segundo o Conselho Federal de Biologia (CFBio), as principais áreas de atuação do biólogo são três:

Meio Ambiente e biodiversidade. Compreende, entre outras:

  • Aquicultura
  • Arborização urbana e paisagismo
  • Auditoria ambiental; diagnóstico, controle e monitoramento Ambiental
  • Biomonitoramento, biorremediação
  • Controle de vetores e pragas
  • Curadoria e gestão de coleções biológicas, científicas e didáticas
  • Ecoturismo
  • Educação Ambiental
  • Fiscalização, licenciamento e vigilância ambiental
  • Gestão Ambiental
  • Gestão de jardins botânicos, zoológicos, museus
  • Gestão de recursos hídricos e bacias Hidrográficas, gestão de recursos pesqueiros
  • Gestão e tratamento de efluentes e resíduos
  • Inventário, manejo e conservação da vegetação, da flora e da fauna
  • Mudanças climáticas
  • Planejamento, criação e gestão de Unidades de Conservação (UC)/Áreas Protegidas
  • Responsabilidade socioambiental
  • Restauração/recuperação de áreas degradadas e contaminadas
  • Saneamento ambiental

Saúde

  • Aconselhamento genético
  • Análises citogenéticas, análises citopatológicas e análises clínicas
  • Análises, processos, pesquisas e gestão em bancos de órgãos e tecidos, sangue etc
  • Perícia e biologia forense
  • Reprodução humana assistida
  • Saúde pública, fiscalização sanitária, vigilância epidemiológica
  • Terapia gênica e celular

Biotecnologia e produção

  • Biodegradação, bioética, bioinformática
  • Biologia molecular
  • Biossegurança
  • Cultura de células e tecidos
  • Desenvolvimento e produção de organismos geneticamente modificados (OGMs)
  • Engenharia genética/bioengenharia
  • Gestão da qualidade
  • Melhoramento genético
  • Processos biológicos de fermentação e transformação

Profissionais licenciados em Biologia podem atuar como professores nos ensinos fundamental e médio. E, com mestrado e doutorado, atuar como docentes e pesquisadores no ambiente acadêmico em universidades.

Setores mais aquecidos em Biologia

Nos últimos anos, as questões relacionadas ao meio ambiente e à sustentabilidade têm sido cada vez mais discutidas em âmbito mundial. Como consequência, a área de Biologia tem acompanhado essa tendência, se tornando cada vez mais relevante no mercado de trabalho.

Com o aumento da preocupação com as mudanças climáticas e a preservação ambiental, os biólogos têm encontrado novas oportunidades em áreas como biodegradação, biorremediação e gestão de resíduos.

Outra área que tem se destacado é a bioinformática, que é a aplicação de técnicas computacionais no estudo da biologia molecular e genética.

Todas essas mudanças na área de Biologia mostram como é importante que os biólogos estejam sempre atualizados e preparados para enfrentar os novos desafios que surgem no mercado de trabalho. 

Mesmo para quem faz licenciatura acompanhar essas tendências e mudanças na área é importante, pois espera-se que os docentes compartilhem conhecimentos atuais e relevantes com seus alunos.

Quanto ganha um biólogo?

O CFBio recomenda como salário-base mínimo o valor de seis salários-mínimos, o que resulta em R$ 7.920,00 (em valores de maio de 2023). O mesmo órgão também sugere, em instrução normativa, valores de referência por hora de trabalho, que variam de R$ 97 (até 3 anos de formado) a R$ 359 (mais de 15 anos de formado ou com doutorado).

Já a faixa salarial de um professor de Biologia vai depender se o contrato é por hora/aula, se é em instituição pública ou privada. Mas de modo geral o salário de um professor da educação básica varia de R$ 4.000 a 5.000, considerando uma jornada de trabalho de 40h semanais.

Essa é uma média salarial que pode sofrer alteração de região para região, podendo ser maior também caso a atuação seja no ensino superior.

Biólogo limpando o lixo poluente no mar
Questões relacionadas ao meio ambiente e à sustentabilidade têm sido cada vez mais relevantes no trabalho do biólogo (Imagem: Adobe Stock)

Tire as suas principais dúvidas sobre o curso de Biologia

Se você está interessado em seguir carreira na área de Biologia, é importante conhecer algumas informações sobre o curso, como duração, titulação e valores no caso de instituições privadas. A seguir, respondemos as dúvidas mais comuns entre estudantes e vestibulandos. Confira:

Qual a duração do curso de Biologia?

O curso de Biologia tem duração de 4 anos, em geral, considerando inclusive a realização das disciplinas de estágio.

Qual a titulação do curso de Biologia?

Quem realiza o curso Biologia pode receber o título de licenciado ou bacharel.

Quais instituições oferecem o curso de Biologia?

No Brasil, há cerca de 800 cursos de Biologia ou Ciências Biológicas, entre bacharelados e licenciaturas, oferecidos por instituições públicas e privadas. A lista completa pode ser acessada no Cadastro Nacional de Cursos e Instituições de Educação Superior do Ministério da Educação (MEC): https://emec.mec.gov.br/

O caminho é a aba "consulta avançada" e buscar por "curso de graduação". No campo "curso", digite o nome do curso e, em "situação", coloque "em atividade". Você também pode selecionar outros filtros, como modalidade ou UF. Por fim, digite o código de verificação e clique em "pesquisar".

Qual o valor do curso Biologia nas universidades privadas?

O valor da mensalidade de um curso de Biologia pode variar de acordo com a região, instituição de ensino, modalidade (presencial ou a distância) e período. Veja, a seguir, alguns exemplos:

Ensino presencial

  • Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) - Bacharelado - R$ 2.340,85
  • Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-Goiás) - Bacharelado - R$ 1.492,89
  • Universidade do Oeste Paulista (Unoeste), em Presidente Prudente (SP)- Bacharelado - R$ 995,00

Ensino a distância

  • Senac - Licenciatura - R$ 158,40
  • Uniasselvi - Licenciatura - R$ 242,99
  • Unip - Licenciatura - R$ 228,99

Qual a nota de corte do Enem para o curso de Ciências Biológicas?

A nota de corte do Enem para ingresso no curso de Engenharia de Produção via Sistema de Seleção Unificada (Sisu) pode variar de acordo com a universidade e o ano ou edição do processo seletivo. As notas de corte no Sisu também oscilam conforme a concorrência e desempenho dos candidatos.

Confira as maiores notas de corte na categoria de ampla concorrência do SiSU 2024 para Ciências Biológicas:

InstituiçãoUFNota de corte
UFAM - Universidade Federal do AmazonasAM814,43
UFMS - Universidade Federal do Mato Grosso do SulMS796,47
UFRA - Universidade Federal da Rural da AmazôniaAM768,15
UFBA - Universidade Federal da BahiaBA759,97
IFCE - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do CearáPR756,78

E veja também as menores notas de corte na categoria de ampla concorrência do SiSU 2024 para Ciências Biológicas:

InstituiçãoUFNota de corte
UFPI - Universidade Federal do Piauí - São Raimundo NonatoPI507,17
UFMS - Universidade Estadual do Mato Grosso do SulMS504,35
UFPI - Universidade Federal do Piauí - Bom JesusPI501,48
Unemat - Universidade do Estado de Mato Grosso
Carlos Alberto Reyes Maldonado - Tangará da Serra
MT496,26
Unemat - Universidade do Estado de Mato Grosso
Carlos Alberto Reyes Maldonado - Nova Xavantina
MT384,75

Como é a concorrência para o curso de Biologia nos vestibulares?

A concorrência para o curso de Biologia, ou seja, o número de candidatos que disputam cada vaga varia de acordo com a instituição de ensino, o tipo de vaga (ampla concorrência ou ação afirmativa) e o ano ou edição do processo seletivo.

Confira a concorrência (geral) em algumas universidades para ingresso em Ciências Biológicas no processo seletivo de 2024:

InstituiçãoUFCandidato/vaga
Unicamp - Universidade Estadual de Campinas (Campinas)SP30
USP - Universidade de São Paulo (São Paulo)SP15,63,9
Unesp - Universidade Estadual Paulista (Botucatu)SP8,6

👉 Leia também:

Confira o calendário dos principais vestibulares

Como passar no Enem e vestibular no curso de Biologia?

Se você vai prestar Biologia, saiba que precisa ter um bom desempenho na disciplina e na área de Ciências da Natureza do Enem e vestibulares. Por isso, é importante saber os assuntos que mais caem no Enem, por exemplo, e ter estratégias de estudo.

É importante entender as terminologias e conceitos específicos da Biologia, como genética, ecologia, anatomia, fisiologia, entre outros.

Criar um glossário pode ajudar a fixar o significado de cada termo e conceito, facilitando o entendimento dos assuntos abordados na prova.

Estudar cada tema de forma sequencial, seguindo a ordem dos conteúdos programáticos, também é um método eficiente para evitar lacunas e garantir que todos os assuntos foram compreendidos.

Treinar por meio de simulados é fundamental para se familiarizar com o estilo das provas e desenvolver habilidades de resolução de problemas.

Ficar por dentro de notícias sobre ciências é uma forma de manter-se atualizado sobre os avanços e descobertas da Biologia, além de ser uma maneira interessante de entender a aplicação dos conhecimentos teóricos em situações práticas.

Essas são algumas dicas que podem ajudar a passar no Enem e vestibular para o curso de Biologia. Mas é importante lembrar que a preparação deve ser constante e bem planejada.

Conclusão

O curso de Biologia ou Ciências Biológicas é uma boa escolha para quem tem interesse em entender a vida, seja em nível molecular, celular, de organismos ou ecossistemas. 

Para ingressar nessa graduação, é importante se preparar bem para os processos seletivos, como o Enem e vestibulares, tendo em mente as dicas e sugestões apresentadas até aqui. 

Além disso, é importante estar atento à nota de corte das instituições que oferecem o curso e buscar sempre aprimorar os estudos.

Quer conquistar a sua vaga no curso de Ciências Biológicas?
Então comece já a se preparar com quem mais entende de Enem e vestibulares!

Banner

TEMAS:

avatar
Kássia Camargo

Redatora no Aprova Total. Graduada em Letras e Pedagogia pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), tem experiência na produção de textos com foco em SEO.

Ver mais artigos de Kássia Camargo >

Redatora no Aprova Total. Graduada em Letras e Pedagogia pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), tem experiência na produção de textos com foco em SEO.

Ver mais artigos de Kássia Camargo >

Compartilhe essa publicação:

Veja Também

Assine a newsletter do Aprova Total

Você receberá apenas nossos conteúdos. Não enviaremos spam nem comercializaremos os seus dados.