Biologia Ciências da Natureza Destaque homepage

Entenda as causas e consequências das queimadas no Pantanal

Números de 2024 são alarmantes e a região enfrenta a maior seca dos últimos 70 anos. Veja as causas e as consequências dos incêndios, e formas de controlar a situação

Acessibilidade

Você se lembra das queimadas no Pantanal em 2020, que geraram comoção internacional? Foi um evento extremamente triste. No entanto, o que pouca gente sabe é que a área queimada em 2024 já é 143% maior do que a de 2020 – e já foram registrados mais de 3 mil focos de incêndio na região.

Desde o início do ano, os incêndios no Pantanal consumiram mais de 600 mil hectares de vegetação. E a previsão para os próximos tempos assusta: as chances de que a área queimada ultrapasse 2 milhões de hectares até o fim do ano são superiores a 80%.

A região está enfrentando a maior seca registrada desde 1951, o que provoca um elevado acúmulo de material combustível. Infelizmente, a previsão é de que, nos próximos três meses, as temperaturas permaneçam acima da média e a precipitação fique abaixo do normal, piorando ainda mais a situação.

Quais são as causas das queimadas no Pantanal?

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, atribuiu as causas dos incêndios no Pantanal a uma combinação da ação humana criminosa com a pior seca dos últimos 70 anos e o impacto das mudanças climáticas.

A queimada proposital no Pantanal para abrir área para a pecuária é uma prática ilegal e altamente prejudicial ao ecossistema.

Geralmente, isso envolve indivíduos que deliberadamente iniciam incêndios para limpar áreas de vegetação nativa, permitindo assim o uso posterior da terra para atividades agropecuárias, como a criação de gado.

Ainda segundo a ministra, o Ministério da Justiça e Segurança Pública tem trabalhado para identificar os responsáveis. Além disso, ela afirmou que o governo antecipou ações que adotaria contra as queimadas em agosto e, desde o início de maio de 2024, está em "pronta ação".

No entanto, se a seca persistir por mais tempo e a ação criminosa continuar, os números de hectares de vegetação afetados poderão crescer e atingir novos recordes.

Quais as principais consequências das queimadas?

As queimadas no Pantanal têm um impacto devastador em vários sentidos, pois têm sérias consequências sociais, econômicas e de saúde pública.

Há um dano grave à biodiversidade, com a destruição de habitats naturais de diversas espécies, muitas delas endêmicas e ameaçadas de extinção. Isso inclui não apenas a flora, mas também animais emblemáticos como araras-azuis e onças-pintadas.

Do ponto de vista climático, as queimadas liberam grandes quantidades de dióxido de carbono (CO₂) e outros gases de efeito estufa, contribuindo para o aquecimento global.

Essas emissões não apenas impactam o clima global, mas também têm efeitos locais na qualidade do ar, podendo causar problemas respiratórios e de saúde pública para comunidades próximas.

Em termos socioeconômicos, as comunidades locais, incluindo populações indígenas e ribeirinhas, são severamente afetadas, dependendo dos recursos naturais que são destruídos pelas queimadas. Além disso, o turismo, uma fonte importante de renda para a região, pode ser reduzido devido à destruição da paisagem e da biodiversidade.

A erosão é outro impacto negativo, bem como a perda de nutrientes e a vulnerabilidade do solo. Isso não apenas afeta a fertilidade, mas também pode levar a desastres naturais adicionais.

🌳 Mitigar as queimadas no Pantanal requer esforços coordenados e políticas eficazes para proteger este ecossistema crucial.

👉 Leia também:

Quais são os biomas brasileiros? Confira as características de cada um

Relações ecológicas: o que são, tipos e resumo completo

banner

As queimadas podem cair no Enem e vestibulares?

Sim, e inclusive podem ser um ótimo tema para a redação. Essa é uma pauta que não envolve apenas a questão ambiental, mas também aspectos sociais, políticos e econômicos, então há bastante repertório que pode ser utilizado.

Por isso, eu trago uma dica de documentário: Jaguaretê-Avá: Pantanal em Chamas. Durante as queimadas de 2020, o documentarista brasileiro Lawrence Wahba esteve pessoalmente no Pantanal e registrou o desastre com sua câmera.

O filme recebeu o Prêmio Mérito de Sustentabilidade no Wildscreen Festival em Bristol, na Inglaterra. Esse é o maior festival de cinema sobre sustentabilidade e meio ambiente do mundo, e a obra brasileira concorreu contra 700 produções de 38 países.

Como reduzir as queimadas no Pantanal?

Algumas medidas podem ajudar a reduzir os incêndios no Pantanal. São elas:

  • implementar políticas públicas visando prevenir e combater as queimadas. Isso inclui a regulamentação do uso do fogo e a fiscalização das atividades agropecuárias;

  • aumentar a presença de fiscais e agentes ambientais na região para monitorar e punir práticas ilegais que resultam em queimadas;

  • equipar os agentes de monitoramento com sistemas tecnológicos, como drones e satélites, para detectar focos de incêndio rapidamente;

  • incentivar projetos de reflorestamento e conservação das matas ciliares, que são essenciais para a manutenção dos recursos hídricos e para a prevenção de incêndios;

  • estabelecer parcerias entre governos, ONGs, instituições de pesquisa e o setor privado para desenvolver e financiar iniciativas de conservação e combate às queimadas;

  • investir em sistemas de monitoramento climático para prever períodos de seca e preparar medidas preventivas com antecedência. A coleta de dados meteorológicos pode ajudar a planejar ações de mitigação antes que os incêndios fiquem incontroláveis.

🥇 Quer se preparar para o Enem e vestibulares com os melhores? Matricule-se no Aprova Total e tenha acesso a videoaulas, materiais didáticos, simulados, correção de redações e muito mais!

banner

TEMAS:

avatar
Paulo Jubilut

CEO do Aprova Total. É conhecido como "Professor Jubilut” por seu canal no YouTube, que conta com mais de 3 milhões de inscritos, o que faz dele o maior influenciador de Biologia do Brasil.

Ver mais artigos de Paulo Jubilut >

CEO do Aprova Total. É conhecido como "Professor Jubilut” por seu canal no YouTube, que conta com mais de 3 milhões de inscritos, o que faz dele o maior influenciador de Biologia do Brasil.

Ver mais artigos de Paulo Jubilut >

Compartilhe essa publicação:

Veja Também

Assine a newsletter do Aprova Total

Você receberá apenas nossos conteúdos. Não enviaremos spam nem comercializaremos os seus dados.