ENEM Vida de Estudante

ProUni: como funciona, inscrições, resultado e calendário

O programa é a saída para muitos estudantes de baixa renda que desejam fazer uma faculdade. Conheça as regras e saiba como conseguir uma vaga

Acessibilidade

ProUni é a sigla do Programa Universidade para Todos do governo federal. Ele tem o objetivo de ampliar o acesso da população de baixa renda ao Ensino Superior, com a concessão de bolsas de estudo em instituições de ensino privadas.

Para ajudar você a entender melhor como funciona o programa, quais são as regras, como se inscrever e garantir a sua vaga em uma universidade, elaboramos essa publicação completa com dicas e orientações. Confira!

O que é o ProUni?

O ProUni oferta bolsas de estudo integrais (100%) e parciais (50%) em cursos de graduação em universidades e institutos privados. O processo seletivo ocorre duas vezes ao ano, oferecendo opções para ingresso no primeiro e no segundo semestre.

Assim como o Sistema de Seleção Unificada (SiSU), as inscrições do ProUni são online e sem taxa de inscrição. E a classificação considera a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e a renda per capita (por pessoa) da família.

Quem inventou o ProUni?

O programa surgiu em 2004, durante o primeiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. À época, Fernando Haddad era ministro da Educação e implantou o ProUni com o objetivo de solucionar o problema de jovens de baixa renda inadimplentes - com pagamentos em atraso ou devedores - do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

A primeira edição ocorreu em 2005, com a oferta de mais de 112 mil bolsas. Inicialmente, poderiam participar apenas os alunos concluintes do Ensino Médio em escolas públicas. No entanto, o programa passou por atualizações em 2022 e, desde então, por meio da Lei nº 14.350, também aceita a participação de alunos de escolas privadas.

Atualmente, é uma das principais portas de entrada ao Ensino Superior no país.

Como funciona o ProUni

O sistema de seleção do ProUni é fácil de entender. As inscrições abrem duas vezes ao ano para vagas com início no primeiro ou segundo semestre. Cada candidato pode escolher até duas opções de curso, nas modalidades e turnos disponíveis.

Para ser aprovado, é necessário estar classificado dentro do número de vagas disponíveis na opção de escolhida. Por exemplo, para um curso de Direito matutino em São Paulo, há três vagas de bolsas integrais, o candidato precisa ter nota suficiente para ser um dos três primeiros. Quanto maior a nota, mais chances de garantir sua vaga, pois a classificação segue a ordem decrescente.

Mas atenção! Também é preciso cumprir com os critérios de renda, nota mínima no Enem e escolaridade, que veremos em breve.

Além disso, o programa também tem um sistema de cotas. Desse modo, estudantes autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, ou pessoas com deficiência, podem se inscrever às bolsas de estudo reservadas para vagas afirmativas.

Quem pode participar do ProUni?

Como a gente disse antes, o ProUni avalia critérios relacionados à nota do Enem, à renda e à escolaridade. Assim, para garantir a sua aprovação, é preciso cumprir esses requisitos. Saiba quais são eles.

Enem

Candidatos que fizeram pelo menos uma das duas últimas edições do Enem podem participar do ProUni. Ou seja, para se inscrever no ProUni 2024, é preciso ter feito o Enem 2023 ou 2022. Além disso, o estudante deve ter nota igual ou superior a 450 pontos na média das cinco provas do Enem e nota acima de zero na redação.

Perfil socioeconômico

Para ter direito à bolsa de estudo integral, o candidato deve comprovar a renda familiar bruta mensal por pessoa de até 1,5 salário mínimo. Para a bolsa parcial, a renda mensal per capita exigida é de até três salários mínimos.

Escolaridade

Para ter direito à bolsa, também é preciso ter concluído o Ensino Médio:

  • integralmente na rede pública;
  • parcialmente na rede pública e parcialmente na rede particular, na condição de bolsista integral, parcial ou sem ser bolsista;
  • integralmente na rede particular, na condição de bolsista integral, parcial ou sem ser bolsista.

Por isso, candidatos treineiros não podem participar do ProUni.

E tem mais! Pessoas com deficiência e professores da rede pública de ensino também podem participar do processo seletivo. 🧑‍🎓 Esses últimos podem concorrer às bolsas dos cursos de licenciatura e Pedagogia, mas é necessário que façam parte do quadro efetivo de alguma escola pública. Nesse caso, não precisam se adequar aos critérios de renda mínima.

📓 Quer se preparar para o Enem? Aprenda como planejar os estudos em 7 passos!

Quem não pode participar do ProUni?

Estudantes com renda familiar bruta mensal per capita maior do que três salários mínimos não podem participar do ProUni, exceto professores da rede pública de ensino e pessoas com deficiência.

Para o cálculo da renda, é preciso somar todos os valores que os membros da família ganham e dividir pelo número de indivíduos. Por exemplo, o estudante João mora com o pai (R$ 1.600), com a mãe (R$ 1.400), com o irmão mais velho (R$ 980,00) e um irmão mais novo. A renda per capita de João é a soma dos valores dividido por cinco. Ou seja, teríamos R$ 3.980 dividido para 5 pessoas, ou R$ 796 per capita. Nesse caso, o estudante pode aplicar para uma bolsa integral do ProUni.

Quem já é formado pode participar do ProUni?

Não. As leis que regem o sistema do ProUni especificam que as bolsas de estudo serão concedidas a brasileiros não portadores de diploma de curso superior, sejam elas parciais ou integrais. Dessa maneira, quem já concluiu um curso universitário não pode participar do processo seletivo.

No entanto, a regra não se aplica aos professores da rede pública de ensino.

Quais são os tipos de bolsas oferecidos?

O ProUni oferece duas modalidades de bolsa de estudos:

  • integrais (100%) para candidatos com renda per capita inferior a 1,5 salário mínimo.
  • parciais (50%) para candidatos com renda per capita até 3 salários mínimos.

É possível consultar todas as bolsas por curso, instituição ou município no Portal Único de Acesso ao Ensino Superior.

Para a edição de 2024, por exemplo, ao buscar Medicina na cidade de Rio Branco no Acre, você encontra uma opção de curso. As colunas "Bolsa Integral" e "Bolsa Parcial" indicam a quantidade de vagas por modalidade de concorrência. Também é possível visualizar o valor da mensalidade com desconto.

Página de busca do curso de Medicina no ProUni na cidade de Rio Branco. A imagem mostra o nome da instituição e o campus na parte superior. A tabela na parte inferior tem as colunas curso, grau, turno, mensalidade bruta, mensalidade com desconto, bolsa integral dividida em PPI, PCD e Ampla, e bolsa parcial dividida em PPI, PCD e Ampla. No exemplo está o Centro Universitário Uninorte com uma vaga de bolsa parcial para PPI e seis vagas de amplas concorrência. A mensalidade com desconto e a bruta têm o valor de doze mil quatrocentos e quarenta e dois reais e setenta e dois centavos.

👉 Leia também:

Confira as 30 faculdades de Medicina mais baratas do Brasil

Mensalidade de Medicina: confira os valores de 2023

Posso usar a nota do Enem de anos anteriores no ProUni?

O ProUni estabelece que, para participar, é permitido utilizar somente as notas dos dois últimos anos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na edição com inscrições abertas.

No caso do ProUni 2024, apenas candidatos que participaram do Enem 2022 ou do Enem 2023 podem concorrer às bolsas de estudo. Se você realizou as provas em anos anteriores, não conseguirá aproveitar a sua nota neste processo seletivo.

Diferenças entre o ProUni, SiSU e Fies

Muita gente acaba se confundindo quando falamos sobre os programas de educação do governo federal. Quais as regras? Posso participar de todos? Quando começam as inscrições? Todos usam a nota do Enem? Ou seja, chuva de dúvidas! 😵‍💫

O fato é que eles possuem algumas semelhanças, mas também diferenças bem importantes para ficar ligado! Vamos conferir?

Sistema de Seleção Unificada (SiSU)

O SiSU permite o ingresso de estudantes em universidades e institutos públicos, mas nesse caso, os cursos são gratuitos (sem mensalidade).

Os candidatos podem escolher até duas opções durante o período de inscrições. A classificação ocorre por meio da nota do Enem, em ordem decrescente e por modalidade de concorrência, de acordo com a quantidade de vagas disponíveis.

Os requisitos para participar são ter feito a última edição do Enem e tirar nota acima de zero na redação. No entanto, a aprovação depende das notas de corte de cada curso.

Veja como funcionam as notas de corte no SiSU e o sistema de classificação.

Fundo de Financiamento Estudantil (Fies)

Enquanto no ProUni as instituições privadas concordam em oferecer bolsas integrais e parciais, no Fies, é um pouco diferente! Os estudantes que não têm como pagar as mensalidades financiam a sua graduação com o governo federal. É uma espécie de empréstimo que precisa ser pago depois, mas com juros zero ou abaixo do mercado! 💸

O programa também utiliza a nota do Enem e a renda como critérios de seleção. No caso, o candidato deve ter renda familiar mensal bruta de, no mínimo, um salário mínimo por pessoa e de, no máximo, três salários mínimos por pessoa.

E uma curiosidade: se você for aprovado com bolsa parcial no ProUni, pode concorrer ao financiamento parcial do Fies. Dessa forma, pode fazer a graduação sem pagar mensalidades até a conclusão do curso! Porém, é preciso se inscrever nos dois programas e verificar os editais para saber se a mesma opção de curso está disponível em ambos, ok?

Entenda como funciona o Fies e saiba como participar.

Mudanças no ProUni 2024: saiba o que mudou

A mudança para a edição do ProUni em 2024 é o aumento do número de vagas dos cursos de Direito e Medicina. A ampliação aconteceu em dezembro de 2023 por meio da portaria nº 528, atendendo à exigência de entidades beneficentes de assistência social atuantes no Ensino Superior por um volume maior de bolsas.

De acordo com o Ministério da Educação, serão 18.822 bolsas para o curso de Direito - sendo 10.364 integrais e 8.458 parciais - e 1.802 para o curso de Medicina (1.561 integrais e 241 parciais).

Como se inscrever no ProUni

A inscrição é feita exclusivamente pela internet e em uma única etapa no Portal Único de Acesso ao Ensino Superior.

Os candidatos escolhem duas opções de instituição, curso e turno entre as bolsas disponíveis. E os inscritos com deficiência ou que se autodeclaram indígenas, pretos ou pardos podem optar por concorrer às bolsas de políticas de ações afirmativas.

Durante o período de inscrições, o candidato pode alterar suas escolhas quantas vezes quiser, mas a seleção válida será a última inscrição confirmada.

Leia o passo a passo completo de como se inscrever no ProUni.

Que dia abrem as inscrições do ProUni 2024?

As inscrições para o ProUni 2024 começam no dia 29 de janeiro e terminam em 1º de fevereiro.

Não deixe de acompanhar o calendário para não perder as datas! 📅

Quais faculdades participam do ProUni?

No dia 19 de janeiro, o Ministério da Educação divulgou as instituições e cursos disponíveis. É possível procurar as opções no sistema de busca do ProUni.

Para esta edição, são 1.028 instituições particulares participando do programa.

Em quantos cursos posso me inscrever no ProUni?

Você pode se inscrever em até duas opções de curso no sistema do processo seletivo na ordem de sua preferência. Ou seja, a primeira opção deve ser a que você mais deseja, sua prioridade.

Leia com cuidado a instituição, o local de oferta da vaga, o turno, o tipo de bolsa (integral ou parcial) e a modalidade de concorrência. Verifique se você se encaixa nas política de vagas afirmativas e confirme sua inscrição.

Como saber se minha inscrição foi confirmada?

Assim como na inscrição, acesse a página do ProUni com sua conta gov.br e acompanhe suas opções. Caso as duas apareçam com informações da sua posição na classificação, sua inscrição está confirmada e é só aguardar o encerramento do processo.

Mas se a primeira ou a segunda opção não forem exibidas ou estiverem vazias (sem curso selecionado), é preciso procurar o curso desejado novamente, fazer a seleção e confirmar a inscrição.

Uma dica é acessar o sistema todos os dias, pois a classificação é atualizada diariamente, conforme outros candidatos se inscrevem ou alteram suas opções de curso. Isso permite checar se você pode ser aprovado ou não. Assim, consegue avaliar se deve mudar suas opções antes do encerramento do processo seletivo.

Quantas bolsas o ProUni oferece por ano?

Na primeira edição de 2024, o Ministério da Educação ofertará 402.092 bolsas de estudo, sendo 304.638 integrais e 97.454 parciais. Os cursos com os maiores números de vagas são:

Veja a quantidade de bolsas de estudo por estado:

EstadoBolsas integraisBolsas parciaisTotal
Acre1.1581701.328
Alagoas2.8742533.127
Amapá1.5211301.651
Amazonas5.4919.03514.526
Bahia16.7115.19421.905
Ceará7.9961.3859.381
Distrito Federal5.7792.3708.149
Espírito Santo4.9182.7597.677
Goiás10.1228.59818.720
Maranhão5.2414.7169.957
Mato Grosso7.6268718.497
Mato Grosso do Sul6.3268497.175
Minas Gerais27.28912.35139.640
Pará8.5821.1809.762
Paraíba3.2057173.922
Paraná24.34611.22635.572
Pernambuco8.5313.13311.664
Piauí2.5971.0693.666
Rio de Janeiro18.4511.71320.164
Rio Grande do Norte2.0965152.611
Rio Grande do Sul23.4523.74527.197
Rondônia2.9584973.455
Roraima9531351.088
Santa Catarina20.0991.04121.140
São Paulo81.06922.213103.282
Sergipe1.8238092.632
Tocantins3.4247804.204
Total304.63897.454402.092

Como funcionam as cotas no ProUni?

De acordo com o edital do ProUni 2024, cada candidato deve optar por concorrer às bolsas de ampla concorrência ou destinadas às políticas afirmativas. No segundo caso, podem participar pessoas com deficiência (PcD) ou autodeclaradas pretas, pardas ou indígenas (PPI).

O percentual destinado às políticas afirmativas é igual ao de cidadãos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas e de pessoas com deficiência, em cada estado, segundo o último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Além disso, os candidatos cotistas também devem se enquadrar nos critérios de nota do Enem e renda.

Dicas para a melhor escolha no ProUni

Algumas dicas podem ajudar você a fazer uma boa escolha e garantir a sua vaga em uma universidade particular. Confira.

  1. Primeiramente, avalie o mercado de trabalho e a carreira escolhida. Afinal, um curso de graduação pode definir seu futuro. Uma dica é buscar a orientação profissional.
  2. Antes de selecionar uma faculdade, considere suas condições financeiras e de vida. Você terá dinheiro para pagar a mensalidade no caso de uma bolsa parcial? Algum membro da sua família irá ajudar financeiramente? Você poderá mudar de cidade?
  3. Procure as universidades participantes da edição atual do programa e a quantidade de vagas disponíveis no sistema de busca do ProUni.
  4. Pesquise o número de inscritos e aprovados nas edições anteriores do curso que deseja.
  5. Acompanhe sua classificação parcial diariamente. Assim, é possível alterar as escolhas se necessário.
  6. Tenha planos A, B, C e D. Isso permite que você mude as opções de curso durante as inscrições caso esteja longe da aprovação.
  7. Esteja preparado para a lista de espera! O ProUni pode ser concorrido, mas não se desespere. Sua aprovação pode acontecer nas chamadas seguintes. Assim, acompanhe as listas e os prazos de envio de documentos.

ProUni tem nota de corte?

Sim! O ProUni possui notas de corte, mas, desde 2022, elas não aparecem para os candidatos na hora da inscrição. Elas podem ser encontradas, ao fim do processo seletivo, na Busca Avançada do Portal Único de Acesso ao Ensino Superior.

É possível aplicar filtros de estado, município, curso, edição, modalidade e tipo de cota para saber a nota de corte de uma vaga no ano anterior. No ProUni, a nota de corte é a pontuação do Enem do candidato aprovado em último lugar entre as vagas disponíveis para um curso.

Quais cursos têm a menor nota de corte no ProUni?

Alguns cursos têm baixa procura no ProUni, principalmente quando são da modalidade de educação à distância. Por isso, acabam tendo nota de corte igual à nota mínima para ingresso. Ou seja, a média de 450 pontos. Nos dados da segunda edição de 2023, vários cursos aparecem com essa nota de corte.

Mas sem considerar esses casos, selecionamos as menores notas de corte do ProUni 2023/2.

10 menores notas de corte do ProUni 2023/2 - Ampla concorrência

CursoInstituiçãoMunicípio/UFNota de corte
Educação Física (EAD/Integral)Centro Universitário ClaretianoGuarulhos/SP451,00
Serviço Social (EAD/Integral)Universidade Paulista (Unip)Correntina/BA451,04
Administração (EAD/Integral)Universidade Pitágoras/Unopar AnhangueraRio Verde/GO451,04
Enfermagem (EAD/Integral)Universidade Pitágoras/Unopar AnhangueraIbaiti/PR451,06
Gestão de Recursos Humanos (EAD/Integral)Universidade Pitágoras/Unopar AnhangueraIpatinga/MG451,08
Geografia (EAD/Integral)Centro Universitário Fael (Unifael)Feira de Santana/BA451,14
Pedagogia (EAD/Integral)Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp)Belém/PA451,16
Gestão de Recursos Humanos (EAD/Integral)Universidade Cesumar (Unicesumar)João Monlevade/MG451,20
Engenharia Mecânica (EAD/Integral)Universidade Cesumar (Unicesumar)Campinas/SP451,24
Farmácia (Matutino/Integral)Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul)Tubarão/SC451,26

10 menores notas de corte do ProUni 2023/2 - Vagas afirmativas

CursoInstituiçãoMunicípio/UFNota de corte
Design de Moda (EAD/Integral)Universidade Pitágoras/Unopar AnhangueraFeira de Santana/BA451,10
Análise e Desenvolvimento de Sistemas (EAD/Integral)Universidade Paulista (Unip)Engenheiro Coelho/SP451,10
Ciências Contábeis (EAD/Integral)Universidade Anhanguera (Uniderp)Criciúma/SC451,16
Psicologia (Matutino)Centro Universitário do Instituto de Educação Superior de Brasília (Iesb)Brasília/DF451,18
Psicologia (Noturno)Faculdade Anhanguera de IndaiatubaIndaiatuba/SP451,20
Direito (Noturno)Faculdade Presidente Antônio Carlos de UberlândiaUberlândia/MG451,24
Medicina Veterinária (EAD/Parcial)Centro Universitário (UNIRB)Arapiraca/AL451,28
Administração (Noturno)Faculdade Mais de Ituiutaba (Facmais)Ituiutaba/MG451,40
Administração (EAD/Parcial)Centro Universitário Campos de Andrade (Uniandrade)Porto Alegre/RS451,44
Análise e Desenvolvimento de Sistemas (EAD/Integral)Universidade Pitágoras/Unopar AnhangueraLinhares/ES451,46

Qual a nota para conseguir uma bolsa no ProUni?

Para se inscrever no ProUni, na prova do Enem, o candidato deve ter:

  • nota igual ou superior a 450 pontos na média das cinco provas;
  • nota acima de zero na redação.

No entanto, as bolsas disponíveis têm notas de corte diferentes. Imagine o seguinte cenário: o estudante Maurício prestou o Enem 2023 e irá se inscrever no ProUni 2024. Essas foram as notas das provas e da redação:

ProvaNota
Redação650,00
Linguagens451,20
Ciências Humanas615,33
Ciências da Natureza525,15
Matemática488,12

A média aritmética de Maurício é a soma das notas dividida pela quantidade de provas. Ou seja:

(650,00 + 451,20 + 615,33 + 525,15 + 488,12)/5 = 545,96

O valor é maior do que 450 pontos e ele não zerou a redação. Assim, se cumprir os critérios de renda e escolaridade, pode se inscrever em qualquer curso. No entanto, só será aprovado em uma graduação com nota de corte igual ou menor do que 545,96.

Nesse caso, hipoteticamente, poderia ingressar em um curso de Administração com nota de corte de 500 pontos, mas não em curso de Medicina com nota de corte de 700 pontos. Por isso, é importante avaliar as informações de edições anteriores do ProUni!

Que dia sai o resultado do ProUni?

O resultado da primeira chamada do ProUni 2024 estará disponível para consulta no dia 6 de fevereiro.

Como ver o resultado do ProUni?

Para ver o resultado do ProUni 2024, acesse o Portal Único de Acesso ao Ensino Superior com seu CPF pela conta gov.br.

São realizadas duas chamadas. Em cada uma, os candidatos têm um prazo para ir até a instituição de ensino escolhida e apresentar os documentos obrigatórios com as informações fornecidas na ficha de inscrição.

Critérios de desempate

A classificação dos candidatos ocorre por meio da média do Enem, em ordem decrescente, obedecendo o limite de vagas por curso, período, local e modalidade de concorrência. Em caso de empate, serão priorizados, na ordem:

  • professores da rede pública de ensino;
  • estudantes que concluíram o Ensino Médio integralmente na rede pública;
  • estudantes que fizeram o Ensino Médio parcialmente em rede pública e parcialmente em instituição privada como bolsistas integrais;
  • estudantes que fizeram o Ensino Médio parcialmente em rede pública e parcialmente em instituição privada como bolsistas parciais ou sem bolsas;
  • estudantes que concluíram o Ensino Médio integralmente em instituição privada, como bolsistas integrais;
  • estudante que concluíram o Ensino Médio integralmente em instituição privada, como bolsistas parciais ou sem bolsas.

Professores se beneficiam dessa classificação somente se estiverem inscritos em cursos de licenciatura ou Pedagogia.

👉 Leia também:

Como conciliar trabalho e estudo? Veja algumas dicas

Cursinho online: como escolher o melhor para você

Como funciona a segunda chamada do ProUni?

Caso os inscritos aprovados na primeira chamada não compareçam às instituições de ensino para matrícula ou desistam das vagas, o ProUni faz uma segunda convocação.

O resultado da segunda chamada do ProUni 2024 será divulgado no dia 27 de fevereiro. Os candidatos selecionados nessa etapa devem entregar a documentação necessária na instituição de ensino para a qual foram aprovados entre os dias 27 de fevereiro e 7 de março.

Lista de espera do ProUni

Se o candidato não for selecionado na primeira ou na segunda chamada, ele ainda pode participar da lista de espera do ProUni 2024. Para isso, ele precisa acessar o Portal Único de Acesso ao Ensino Superior nos dias 14 e 15 de março e manifestar interesse pelas vagas.

A lista de espera final com o nome dos candidatos estará disponível para consulta no dia 18 de março. Aqueles que manifestaram interesse devem comparecer às instituições de ensino e entregar a documentação obrigatória ou encaminhá-la por meio eletrônico entre 19 e 27 de março.

A convocação para as vagas remanescentes também segue a ordem de classificação pela nota do Enem e critérios de desempate.

Documentos necessários para a matrícula

Você foi aprovado? Primeiramente, parabéns! 🙌 Você terá a oportunidade de fazer uma faculdade particular de graça ou com um bom desconto, e isso é motivo para comemorar, sim!

Procure a instituição de ensino para seguir com o processo de matrícula. Confira os documentos necessários (de identificação, comprovante de renda, de residência, etc.) no site da universidade ou instituto e os envie ou apresente dentro do prazo definido no calendário.

Inclusive, algumas instituições solicitam que o candidato preste um processo seletivo próprio. No entanto, caso seja necessário, elas devem informar os aprovados em até 24 horas após a divulgação das chamadas - e não podem cobrar taxas por essa aplicação.

Calendário completo do ProUni 2024

Veja abaixo as principais datas do ProUni 2024.

  • 29 de janeiro: início das inscrições
  • 1º de fevereiro: fim das inscrições
  • 6 de fevereiro: resultado da primeira chamada
  • 27 de fevereiro: resultado da segunda chamada
  • 14 de março: início do período de manifestação de interesse na lista de espera
  • 15 de março: fim do período de manifestação de interesse na lista de espera
  • 18 de março: resultado da lista de espera

Estude com o Aprova Total e garanta sua bolsa pelo ProUni

Você já sabe que o Enem é critério de seleção para o ProUni. Assim, é importante garantir uma excelente nota em todas as provas para conseguir a aprovação no curso dos sonhos. Então, que tal se preparar com os melhores?

A plataforma do Aprova Total fornece videoaulas com professores e preparação completa para o Enem, com exercícios, simulados, incidência de questões, mapas mentais, revisões e documentários. Realize seu sonho de ingressar em uma universidade! 🎓

Banner perpétua

TEMAS:

avatar
Érica Travain

Jornalista e colaboradora do Aprova Total, com 10 anos de experiência na redação de textos para revistas, sites e blogs.

Ver mais artigos de Érica Travain >

Jornalista e colaboradora do Aprova Total, com 10 anos de experiência na redação de textos para revistas, sites e blogs.

Ver mais artigos de Érica Travain >

Compartilhe essa publicação:

Veja Também

Assine a newsletter do Aprova Total

Você receberá apenas nossos conteúdos. Não enviaremos spam nem comercializaremos os seus dados.