Vestibulares

Como se inscrever no Fies? Preparamos um guia completo

Confira o passo a passo para fazer a sua inscrição no Fundo de Financiamento Estudantil; o prazo é de 27 de junho a 1º de julho

Acessibilidade

As inscrições para o processo seletivo do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do segundo semestre de 2024 acontecem entre 27 de junho e 1º de julho. Caso você seja um dos interessados no programa, nós do Aprova Total elaboramos um passo a passo para explicar como se inscrever no Fies.

A dica principal é se antecipar quanto à escolha de curso e saber como funciona o processo seletivo, etapa por etapa. Isso porque se preparar antes da abertura das inscrições aumenta suas chances de obter o financiamento estudantil pelo programa.

Como funciona a inscrição no Fies?

Para se inscrever no Fies, basta acessar o Portal Único de Acesso ao Ensino Superior, assim que as inscrições abrirem, e seguir as instruções dadas pelo próprio sistema.

Durante o período de inscrição, o candidato tem a liberdade de alterar suas opções de curso inúmeras vezes, mas apenas a última escolha confirmada será válida ao final do prazo.

Além disso, é possível consultar as notas de corte, ou seja, a pontuação do último candidato apto a ocupar as vagas disponíveis. Por exemplo, o 20º colocado em um curso com 20 vagas.

Essa informação ajuda a fazer outras escolhas, caso a sua nota no Enem não seja suficiente para concorrer ao curso ou à instituição que você estava tentando.

Quem pode se inscrever no Fies?

Os candidatos devem atender a dois critérios fundamentais para fazerem sua inscrição no Fies:

  • Nota do Enem: é necessário ter participado do Enem a partir de 2010, alcançando média aritmética das notas nas cinco provas igual ou superior a 450 pontos, e não ter zerado na redação;
  • Renda: a renda familiar mensal bruta per capita deve ser de até três salários mínimos.

Estudantes graduados e/ou que tenham sido beneficiários de financiamentos anteriormente também podem participar do processo seletivo. Essas condições habilitam ex-beneficiários do Fies ou do Programa Universidade para Todos (ProUni) com bolsas parciais.

Exemplo: um estudante contemplado com uma bolsa parcial pelo ProUni pode participar do processo seletivo do Fies para financiar o restante da mensalidade de sua graduação. No entanto, o bolsista deve se inscrever no Fies nesse mesmo curso em que recebeu a bolsa pelo ProUni.

Quem não pode se inscrever no Fies?

Apesar de abranger diferentes condições, não são todos os candidatos que podem aproveitar o Fies. Veja a lista de quem não pode se inscrever:

  • alunos matriculados em alguma faculdade e que não tenham trancado as disciplinas até o momento da inscrição;
  • bolsistas do ProUni que utilizam a bolsa do programa e o financiamento do Fies em cursos diferentes ao mesmo tempo;
  • quem prestou o Enem como treineiro;
  • candidatos com inscrições pendentes em outra edição do Fies;
  • aqueles com financiamentos anteriores não quitados ou com contratos em andamento pelo Fies ou Programa de Crédito Educativo.

Lembre-se de que as informações fornecidas pelos candidatos durante a inscrição serão checadas nas bases de dados governamentais, assegurando a transparência e a veracidade do processo seletivo.

Quais universidades participam do Fies?

A lista é extensa e você pode conferir na própria página do programa. Ao fazer login, basta selecionar o estado, o município e a instituição de interesse.

Em 2023, os cursos de Medicina, Direito e Enfermagem lideraram as inscrições, com 189 mil candidatos disputando as vagas. Esses números destacam como o programa pode ajudar muitos vestibulandos a realizarem o sonho de ingressar na primeira graduação.

Como se inscrever no Fies: passo a passo

1. O primeiro passo é acessar o Portal Único de Acesso ao Ensino Superior – Fies e, em seguida, clicar em “Inscreva-se” na primeira caixa informativa do cronograma.

Interface do site do Fies com o cronograma e etapas detalhadas para o processo seletivo

2. O Portal direciona o usuário para o sistema do Fies. Nessa tela, o usuário deve clicar no botão “Entrar com GOV.BR”. Se não possuir um cadastro no portal do Governo Federal, precisará criar uma conta. Para obter mais informações ou acessar diretamente, o usuário pode clicar no link “Clique aqui” ou em “crie sua conta gov.br”.

Interface do site do Fies com o cronograma e etapas detalhadas para o processo seletivo.

3. Ao acessar o Portal gov.br, o usuário deverá realizar o login com o CPF e a senha cadastrados.

Interface do site do Fies com o cronograma e etapas detalhadas para o processo seletivo.

4. Quando o candidato realiza o login no Fies, o sistema recupera automaticamente as notas do Enem obtidas na edição válida para o processo seletivo. Nessa tela, o candidato deverá confirmar seus mesmos dados pessoais, como CPF, e-mail válido e endereço.

Interface do site do Fies com o cronograma e etapas detalhadas para o processo seletivo.

5. No passo seguinte, o candidato deve preencher o questionário socioeconômico, antes de prosseguir para a etapa do grupo familiar.

Interface do site do Fies com o cronograma e etapas detalhadas para o processo seletivo.

6. Na etapa do grupo familiar, o candidato precisa preencher os campos com informações pessoais, gravar e incluir dados dos familiares, como nome, CPF, data de nascimento e renda bruta mensal de cada um. Não é necessário indicar o número do CPF para membros do grupo familiar com idade menor que 14 anos, caso ainda não o possuam.

Interface do site do Fies com o cronograma e etapas detalhadas para o processo seletivo.

7. Na próxima etapa, o candidato deve escolher um grupo de preferência.

Interface do site do Fies com o cronograma e etapas detalhadas para o processo seletivo.

8. Para escolher o grupo de preferência, o candidato deve preencher os campos obrigatórios da pesquisa, como estado, município e curso, enquanto as demais informações são opcionais.

Interface do site do Fies com o cronograma e etapas detalhadas para o processo seletivo.

9. Após definir o grupo de preferência, o candidato deve, em seguida, indicar por ordem de prioridade até três opções de cursos, turnos, locais de oferta, bem como as instituições de ensino disponíveis no grupo escolhido.

Interface do site do Fies com o cronograma e etapas detalhadas para o processo seletivo.

10. O último passo é a confirmação das informações preenchidas e a conclusão da inscrição. Após revisar todos os dados, basta clicar no botão “Concluir”.

Interface do site do Fies com o cronograma e etapas detalhadas para o processo seletivo.

Como alterar a inscrição no Fies?

Durante o período de inscrição, o candidato poderá alterar suas opções de cursos no grupo de preferência, mas, para isso, será necessário efetuar o cancelamento da inscrição realizada.

Uma vez feitas as alterações na inscrição, o candidato deverá certificar-se das opções de cursos escolhidas até o término do prazo de inscrição.

Na tela de acompanhamento da inscrição, é possível visualizar sua classificação, a nota de corte do grupo de preferência em que participa, assim como a quantidade de vagas disponíveis.

A classificação no processo seletivo do Fies será realizada com base na última alteração efetuada e confirmada no sistema pelo candidato, com uso de CPF e senha.

Interface do site do Fies com o cronograma e etapas detalhadas para o processo seletivo.

Como funciona a nota de corte do Fies?

O Fies publica as notas de corte dos cursos e mostra a pontuação mínima necessária para que o estudante concorra ao financiamento. Essas notas mudam durante o período de inscrições, ajustando-se ao desempenho dos candidatos que competem pela mesma vaga, curso, faculdade, turno e unidade.

É importante destacar que uma pontuação igual à nota de corte não assegura a conquista da vaga, o ideal é garantir uma nota acima. Ou seja, cursos como Medicina, Odontologia e Engenharias, que têm alta demanda e custo, frequentemente apresentam notas de corte altas, chegando até os 780 pontos.

Como as as notas de corte são atualizadas diariamente, fique de olho para acompanhar as suas chances de obter o financiamento e, se for necessário, considere alterar sua inscrição.

banner

Qual é a ordem de prioridade na classificação do Fies?

Após receber as inscrições, o sistema do Fies classifica os candidatos segundo uma ordem de prioridade baseada nas notas do Enem - isto é, quem tirou as melhores notas sai na frente.

Além disso, a concessão do financiamento segue a mesma ordem de prioridade, tanto para o Fies Social, quanto para a ampla concorrência. Veja quais são os critérios:

  1. não completou o Ensino Superior e ainda não utilizou o Fies;
  2. não completou o Ensino Superior, mas já se beneficiou e quitou o Fies;
  3. completou o Ensino Superior e não utilizou Fies;
  4. completou o Ensino Superior, e já se beneficiou e quitou o Fies;

Em casos de empate entre os candidatos, os critérios analisados são as notas do Enem seguindo:

  1. maior nota na Redação;
  2. maior nota em Linguagens, Códigos e suas tecnologias;
  3. maior nota em Matemática e suas tecnologias;
  4. maior nota em Ciências da Natureza e suas tecnologias;
  5. maior nota em Ciências Humanas e suas tecnologias.

Por isso, é importante garantir uma boa nota na prova! Afinal, ela é quem irá garantir a sua aprovação no Fies.

Como é a complementação das informações dos aprovados no Fies?

Caso seja pré-selecionado, o candidato deve entregar todas as documentações comprobatórias exigidas pelo Fies, em até 4 dias úteis, junto à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da faculdade. Depois, basta ir a um banco autorizado para contratar o financiamento.

Nesse momento, é necessário apresentar um fiador que garanta o pagamento da dívida ao banco, contratar um seguro de vida, e assinar o contrato de financiamento com um agente financeiro no prazo máximo de 10 dias úteis após sua aprovação pelo Fies.

Quando todas as etapas forem cumpridas, o financiamento pelo Fies será efetivado com sucesso no sistema.

Novidade: como será a regulamentação do Fies Social?

Basicamente, a nova regulamentação (Portaria n. 167/2024) reserva, no mínimo, 50% das vagas do Fies para estudantes com renda familiar per capita de até meio salário mínimo, inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

A portaria estabelece a possibilidade de os alunos obterem financiamento integral (100%) do valor dos cursos nas instituições de Ensino Superior, a depender da disponibilidade orçamentária do Fies.

O benefício já está disponível no segundo semestre de 2024, tanto para novos contratos, quanto para aditamentos (modificações) - desde que o estudante esteja no CadÚnico e atenda ao critério de renda.

Priorizando a inclusão, as vagas se destinam também a estudantes autodeclarados pretos, pardos, indígenas, quilombolas e pessoas com deficiência. Em proporção representativa da população de cada unidade federativa, conforme os dados do último Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em caso de vagas não preenchidas pelos critérios iniciais, elas são reservadas, primeiro, aos estudantes dos grupos de inclusão social e, depois, à ampla concorrência.

Com as mudanças, o Ministério da Educação (MEC) pretende garantir que mais alunos de baixa renda realizem o sonho de fazer uma graduação.

Calendário: datas do Fies 2024

Veja as principais datas do Fies 2024 no primeiro e segundo semestres:

Primeiro semestre

  • 07 de março: publicação do edital
  • 12 de março: início das inscrições
  • 18 de março: término das inscrições
  • 21 de março: início do período de resultados da pré-seleção na chamada única
  • 22 de março: início do período de complementação de inscrições dos aprovados
  • 26 de março: fim do período de resultados da pré-seleção na chamada única
  • 27 de março: fim do período de complementação de inscrições dos aprovados
  • 28 de março: início do período de manifestação de interesse na lista de espera
  • 30 de abril: fim do período de manifestação de interesse na lista de espera

Segundo semestre

  • 27 de junho: início das inscrições
  • 1º de julho: fim das inscrições
  • 4 de julho: resultado da chamada única e lista de espera

🥇 Quer se preparar para o Enem com quem mais entende do assunto e garantir sua aprovação?
A plataforma Aprova Total é a maior especialista no ensino digital e tem as melhores videoaulas e professores!

Banner

TEMAS:

avatar
Gabriel Brito de Souza

Colaborador no Aprova Total e jornalista em formação pela Unesp-Bauru, Gabriel traz um olhar mais próximo de quem está vivenciando a primeira graduação. Com sua linguagem típica da geração Z, aproveita suas vivências como estudante para mostrar a importância da preparação para o Enem e vestibulares.

Ver mais artigos de Gabriel Brito de Souza >

Colaborador no Aprova Total e jornalista em formação pela Unesp-Bauru, Gabriel traz um olhar mais próximo de quem está vivenciando a primeira graduação. Com sua linguagem típica da geração Z, aproveita suas vivências como estudante para mostrar a importância da preparação para o Enem e vestibulares.

Ver mais artigos de Gabriel Brito de Souza >

Compartilhe essa publicação:

Veja Também

Assine a newsletter do Aprova Total

Você receberá apenas nossos conteúdos. Não enviaremos spam nem comercializaremos os seus dados.