Vida de Estudante

Descubra como enfrentar a autossabotagem nos estudos

Saiba como esse comportamento pode prejudicar a sua aprovação e veja dicas para não procrastinar ou se autossabotar na hora de estudar para o Enem e grandes vestibulares

Acessibilidade

A autossabotagem é uma das vilãs na vida dos estudantes. O medo de não ser aprovado e a possível decepção de familiares e amigos assustam os vestibulandos. As notas de cortes então... nem se fale! Por isso, todos os anos, alguns candidatos chegam a procurar cursos de baixa concorrência em que "consigam passar" e acabam estudando algo que nem gostam de verdade.

Mas por que você não seria capaz de cursar a faculdade dos seus sonhos? Faça diferente: não deixe que a falta de confiança atrapalhe seus estudos. O caminho até a aprovação pode ser longo. No entanto, é possível ser aprovado no SiSU e em outros vestibulares com um bom planejamento, superando a procrastinação e a autossabotagem.

Elaboramos esse post especial para ajudar você a descobrir como essas vilãs aparecem no dia a dia e mostramos como lidar com elas durante os estudos. Vem com a gente!

O que é a autossabotagem?

Como o nome indica, a autossabotagem é o ato de atrapalhar ou prejudicar a realização das próprias tarefas. Ela afeta os projetos pessoais, relacionamentos e até mesmo a saúde.

Em outras palavras, são comportamentos ou pensamentos negativos com origem em traumas vividos na infância ou adolescência, de sentimentos de culpa, rejeição, abandono, do medo de errar, da tentativa de controlar todas as situações, ou da comparação constante da vida com a de outras pessoas.

Ciclo da autossabotagem

O ciclo da autossabotagem é quando esse comportamento acontece repetidas vezes e com frequência. Imagine a seguinte situação: você tem uma lista de exercícios de matemática há dias na sua mochila. Mas toda vez que decide resolvê-la, prefere ficar mais 30 minutos nas redes sociais.

Quando percebe, já se passaram duas horas. Ou, em vez disso, você decide assistir a filmes, jogar videogame e conversar com os amigos. E o mesmo acontece com as listas de química, física, biologia e outras. Identificou-se?

Adiar uma tarefa é um dos maiores “vilões” de quem está na corrida para a aprovação no vestibular porque os estudos vão ficando de lado e pode acontecer de não dar tempo de recuperar o tempo perdido até o dia das provas.

A conhecida procrastinação é um dos tipos de autossabotagem. É uma espécie de "mecanismo de defesa" para não experimentar a sensação de incapacidade ao não conseguir resolver um exercício ou entender uma matéria. E, assim, deixa tudo para depois.

👉 Leia também:

Autodisciplina: dicas para manter o foco nos estudos

Veja dicas para estudar por horas seguidas sem desanimar

Como parar de se autossabotar

A vida de um vestibulando já é repleta de desafios, então, por que se prejudicar nessa batalha? Algumas dicas podem ajudar a quebrar o ciclo da autossabotagem e a conquistar o sonho da aprovação. Veja a seguir.

1. Entenda os motivos para se boicotar

A primeira dica é identificar as causas da autossabotagem. Qual é o gatilho que provoca esse comportamento? Faça anotações e entenda seus padrões. O que passa pela sua mente toda vez que evita fazer uma tarefa (medo, insegurança, etc)?

2. Livre-se das distrações

As redes sociais, os aplicativos de conversa, a televisão ou os jogos atrapalham seus estudos? Observe o seu comportamento e, ao detectar o que afeta sua rotina, tenha cuidado! Você não precisa se livrar totalmente, mas definir um tempo para cada atividade na sua semana, priorizando os estudos.

3. Estabeleça metas realistas

Tenha um plano de estudos que contemple as matérias ou exercícios que você precisa realizar no dia. Mas trabalhe com pequenas metas porque isso vai ajudá-lo a cumprir mais facilmente o cronograma, sem querer procrastinar. Completar as pequenas metas servirá como motivação para continuar lutando por uma vaga na faculdade.

Um ponto importante é em relação ao tempo para cumprir cada tarefa. Seja sincero e coloque a quantidade de horas ou minutos que realmente vai levar, considerando inclusive imprevistos e interrupções.

4. Recompense seu esforço

Após terminar seus estudos do dia, uma dica é presentear a si mesmo com uma comida que você gosta, uma horinha nas redes sociais, uma soneca à tarde, o que preferir.

Além disso, tenha tempo para você se divertir. Seu planejamento também deve ter horário para dormir bem, alimentar-se de forma saudável, praticar atividades físicas e um espacinho para lazer, nem que seja só aos finais de semana. Lembre-se: tirar um tempo para você é também um investimento na sua saúde mental.

Como não sabotar os estudos para o vestibular

Agora vamos a outra situação: você começou o ano a todo vapor e, de repente, alguns pensamentos dizem que você não é capaz ou que não merece ser aprovado. E isso faz com que, sem perceber, você perca o ânimo e nem estude como antes porque tem certeza de que não vai conseguir.

Aí chega no dia da prova, você se atrasa por medo de se decepcionar com uma possível reprovação. Isso se chama autossabotagem. No entanto, muitas vezes, os vestibulandos não percebem esses sinais. Por isso, é essencial ficar atento e buscar o autoconhecimento o quanto antes.

Se esse for o seu caso, não deixe de procurar ajuda médica especializada. A psicoterapia pode ser uma grande aliada nesse processo. Mas outras duas dicas podem ajudar a combater esse vilão dos estudos.

Evite comparações com colegas

O seu parâmetro não é o seu amigo, nem outro vestibulando, nem alguém que já está há anos estudando. O seu parâmetro de sucesso é você mesmo. Ninguém, além de você, teve a sua formação. Portanto, pare de se comparar com os outros.

Uma vez que você descobre que apenas você pode conquistar o que você quer, as coisas ficam um pouco mais claras e descomplicadas.

Aprenda com os erros

Os erros fazem parte do caminho até a sua aprovação. Eles ajudam a colocar as prioridades em dia e a realinhar os objetivos. Faça do erro um aliado, ok?

Muitos vestibulandos abandonam o cronograma de estudos após uma primeira falha. No entanto, erros, procrastinação, desânimo e falta de confiança são comuns ao longo desse duro caminho. Não permita que isso impeça você de chegar onde quer. No caso, na tão sonhada universidade.

Quer ter acesso aos melhores recursos para se preparar para os vestibulares e o Enem? Então conheça a plataforma Aprova Total, que conta com as melhores videoaulas e professores!

Banner perpétua

TEMAS:

avatar
Érica Travain

Jornalista e colaboradora do Aprova Total, com 10 anos de experiência na redação de textos para revistas, sites e blogs.

Ver mais artigos de Érica Travain >

Jornalista e colaboradora do Aprova Total, com 10 anos de experiência na redação de textos para revistas, sites e blogs.

Ver mais artigos de Érica Travain >

Compartilhe essa publicação:

Veja Também

Assine a newsletter do Aprova Total

Você receberá apenas nossos conteúdos. Não enviaremos spam nem comercializaremos os seus dados.